Que se faça justiça

janeiro 24 05:59 2018 Imprimir Conteúdo

O Brasil vai viver um dia atípico e importante nesta quarta, 25 de janeiro de 2018. Pela primeira vez em sua história um ex-presidente da República será julgado em segunda instância por crimes que vão desde o recebimento de propina até a lavagem de dinheiro. O petista Luiz Ignácio Lula da Silva, um torneiro mecânico que se aposentou ainda jovem, fundou um partido político e chegou ao mais alto cargo da Nação, poderá perder seus direitos políticos. Mais que isso: poderá ser preso e pagar atrás das grades pelos seus crimes. Não é demais lembrar que além desse, responde a vários outros processos.
O julgamento que acontecerá na capital do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, estará nas mãos de três desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, que decidirão se mantêm, refaz ou arquiva a decisão do bravo juiz Sérgio Moro, que o condenou a quase dez anos de prisão. Na opinião desse magistrado, Lula ganhou um apartamento de luxo na praia do Guarujá, em São Paulo, como propina, para beneficiar uma empreiteira em superfaturamento de obras da Petrobrás.
É sabido que milhares de petistas viajaram de quase todo país para tentar pressionar os desembargadores, numa tentativa insana de livrar o seu líder das grades. São integrantes do MST, várias centrais sindicais, políticos com e sem mandato, quase todos beneficiados com o banquete farto do poder, durante os governos petistas do próprio Lula e de Dilma Rousseff. Tentam passar para o mundo uma falsa imagem de que se trata do povo brasileiro que apoia o réu. Isso está muito longe de ser verdade. O povo, nesta quarta-feira, como todos os dias, estará desenvolvendo suas atividades e torcendo que se faça justiça. Parte deste povo, mais de 13 milhões estarão correndo de um lado para o outro em busca de um emprego. São as vítimas da irresponsabilidade administrativa do próprio PT, que protagonizou o maio ato de corrupção da história mundial. Os verdadeiros trabalhadores brasileiros, com certeza, não terão de tempo de ameaçar luta armada para defender um político corrupto e que meteu a mão no dinheiro do povo, sem pena. Não é afirmação da coluna, mas da Policia Federal. Ministério Público Federal e da própria justiça.
Também não é verdade que o Brasil está dividido. Somos mais de 240 milhões de brasileiros. Vestidos de vermelho, com o comportamento violento, típico dos fanáticos, com certeza, serão alguns milhares que pegaram a estrada em ônibus pagos e estadia pagos com o dinheiro do imposto sindical e do fundo partidário. Está realmente muito longe de uma divisão de brasileiros que apoiam ou deixam de apoiar o réu. As provas contra esse cidadão são fartas e saltam aos olhos e se realmente a justiça for feita, ele haverá de pagar, atrás das grades pelos seus crimes e a traição que impôs aos milhões de eleitores que acreditaram numa falsa promessa de mudança. Que se faça justiça!

LUTO EM ITABAIANA

A cidade de Itabaiana está de luto desde ontem, quando faleceu o Sr. Francisco Paes da Costa, conhecido como “Francisquinho dos Porcos, pai do prefeito Valmir de Francisquinho. Muito querido pelo seu perfil de homem trabalhador, correto nas suas ações e leal com seus amigos, há cerca de três anos foi detectado com um câncer e apesar de tudo cuidado, seguidas viagens para São Paulo, internamentos, foi vencido pela doença que acabou causando falência múltipla dos órgãos.

LUTO EM ITABAIANA II

O corpo de Francisquinho está sendo velado em sua residência à rua Capitão José Ferreira, 386, no centro da cidade de Itabaiana. Logo mais às 15 horas seguirá para seu sítio, onde será celebrada uma missa de corpo presente e em seguida ocorrerá o sepultamento no povoado Pé do Veado, onde nasceu.

EXEMPLO

Na nota distribuída ao público, o prefeito Valmir disse que é difícil expressar a tristeza e a dor que está sentindo. Destacou que do pai, herdou a força de trabalho, respeito ao próximo e a responsabilidade nas suas ações. Lembra ainda que as dificuldades nunca superaram a determinação de buscar os seus objetivos, tendo criado seus filhos com decência. Valmir aproveitou para agradecer as várias manifestações de pesar vindas de todo Estado, notadamente do povo de Itabaiana.

RIFAR?

O governador Jackson Barreto (PMDB) disse a amigos que não passam de tentativas fracassadas de alguns oposicionistas algumas informações dando conta que vai “rifar” o nome do vice-governador Belivaldo Chagas (PMDB), tirando-o da disputa pelo Governo do Estado. Garantiu que em momento algum fez qualquer acordo com o deputado federal André Moura, nem por dentro, nem por fora, para que o mesmo fosse o candidato governista. “É impossível”, garantiu.

ANDRÉ

Já o deputado federal André Moura voltou a afirmar que é zero a chance de disputar uma eleição contra o amigo Eduardo Amorim (PSDB). Segundo ele, os dois não são unidos apenas pelos mesmos ideais políticos, mas por uma forte amizade de anos e anos de sinceridade. Disse ainda que continua apostando numa candidatura vitoriosa de Eduardo ao Governo, nas eleições de outubro próximo.

MÁ FÉ

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) lamentou que esteja sendo feita uma campanha sórdida contra ele e seu filho, o deputado federal Valadares Filho (PSB), através das redes sociais. Segundo ele, essa campanha é coordenada por políticos que são responsáveis pelo caos que está instalado em Sergipe, que sabem da sua força junto ao eleitorado. “As pesquisas mostram nosso nome na liderança, seja para o governo ou o Senado. Isso causa uma inveja danada aos incompetentes”, alfineta.

APOSENTADOS

O Sintese promoveu mais um ato em protesto contra o parcelamento de salários dos professores aposentados. Ontem mesmo ficaram sabendo que o governo só vai pagar a segunda parcela do salário referente ao mês de dezembro, no dia 31 de janeiro. Quando veio a confirmação da data, muitos professores choraram.

E JANEIRO?

Diante da confirmação do pagamento da segunda parcela do salário de dezembro no final do mês de janeiro, acende uma luz amarela na vida dos servidores aposentados: “Se dezembro, vamos receber no dia 31 de janeiro, quando receberemos o mês atual”? Essa era a pergunta que todos fizeram na hora que a notícia foi dada.

AFINADOS

O prefeito Edvaldo Nogueira (PC doB) , está afinadíssimo com o líder do governo no Congresso Nacional, o deputado federal André Moura. Na última solenidade, o prefeito rasgou elogios a André, reconhecendo que muitas obras na Capital só serão realizadas graças ao seu empenho. Os dois juram que essa união é apenas administrativa. Será?

ZEZINHO EM CAMPANHA

Alguém duvida que o secretário de Estado da Ação Social e do Trabalho, Zezinho Sobral (Podemos) é candidatíssimo a deputado estadual? As fotos mais recentes mostram o secretário, pessoalmente, entregando barcos de pesca a vários pescadores. Toda a ação está registrada na transparência da própria secretaria. Ele também se faz presente em várias outras atividades que incluem distribuição de cestas básicas, cadastramento de famílias em programas sociais, dentre outras. É a máquina de votos trabalhando em seu benefício.

MARIA MENDONÇA

O rompimento político entre a deputado Maria Mendonça e o prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho está provocando algumas situações estranhas. Apesar da Rádio Capital do Agreste ser de propriedade do seu irmão, o ex-deputado José Teles, a deputada comprou o horário do jornalismo, das 6 às 9 H e, através do radialista, comanda um espetáculo deprimente: todos os dias o rapaz usa o microfone para “bater” no prefeito e nos seus secretários. Não são críticas à administração, mas um festival de baixarias, com falsas denúncias e mentiras sobre a vida pessoal do prefeito e dos seus auxiliares.

MARIA MENDONÇA II

Procurado, o diretor da emissora, José Teles, afirma que não tem nada com isso e informa que o horário foi comprado pela irmã. Enquanto isso a deputada finge não saber de nada e diz que não tem culpa das agressões praticadas pelo seu radialista. Claro, ninguém acredita. Na verdade esse comportamento significa um tiro no próprio pé da deputada. Enquanto seu radialista baixa o nível contra o prefeito e secretários, aliados do prefeito usam outros programas de rádio com notícias comprometedoras relacionadas ao período que Maria foi prefeita. Com tudo isso, o prefeito Valmir só faz crescer politicamente. Esse é o verdadeiro tiro que está saindo pela culatra

  Editoria: