Publicado edital de convocação para curso de preparação para delegado de polícia substituto

Publicado edital de convocação para curso de preparação para delegado de polícia substituto
outubro 09 13:37 2019 Imprimir Conteúdo
Inscreveram-se no concurso 4.677 candidatos para vagas de ampla concorrência

Diário Oficial desta quarta-feira, 09, publicou o edital de convocação para o curso de instrução e preparação técnico-profissional referente ao Concurso Público para o cargo de Delegado de Polícia Substituto da Polícia Civil do Estado de Sergipe, realizado pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Administração (Sead).

Os convocados deverão realizar a matricula no curso, pessoalmente, na Academia de Polícia Civil (Acadepol), no período de 14 a 18 de outubro das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Os candidatos, cuja matrícula tenha sido homologada, deverão apresentar-se para o curso às 7h30 do dia 30 de outubro. O curso de instrução e preparação é de caráter eliminatório e classificatório, e será realizado no período de 30 de outubro a 4 de fevereiro de 2020, exigindo do aluno tempo integral e frequência obrigatória.

Ao final do curso de instrução e preparação técnico-profissional, haverá uma prova objetiva composta por 120 itens relacionados com as disciplinas ministradas no curso. A prova, de caráter eliminatório e classificatório, será aplicada a todos os candidatos no dia 19 de janeiro de 2020.

Os gabaritos oficiais preliminares da prova objetiva serão divulgados na internet no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/pc_se_18_delegado, na data provável de 20 de janeiro de 2020. O candidato que desejar interpor recursos contra os gabaritos oficiais preliminares da prova objetiva poderá realizar a partir das 9h do dia 21 de janeiro de 2020 até do 18h do dia subsequente.

Inscreveram-se no concurso 4.677 candidatos para vagas de ampla concorrência, sendo 124 candidatos com deficiência e 812 candidatos negros. O concurso prevê o preenchimento de 10 vagas, sendo duas reservadas aos candidatos deficientes e uma aos afrodescendentes, com remuneração inicial de R$11 mil.

  Editoria: