PT, um partido de duas caras

PT, um partido de duas caras
dezembro 23 08:29 2019 Imprimir Conteúdo

O PT só defende os trabalhadores quando lhe é conveniente. Os exemplos mais recentes dessa metamorfose petista são os famigerados projetos de reforma da Previdência dos governos federal e estadual. Em Brasília, o PT disse o diabo e votou contra a proposta de Jair Bolsonaro, enquanto aqui em Sergipe defende com unhas e dentes reforma idêntica apresentada por Belivaldo Chagas (PSD). A cara de pau do partido é tão grande que nem seus filiados o perdoam. Segundo a tendência petista Articulação de Esquerda, mesmo sabendo dos malefícios que a reforma previdenciária causará aos servidores estaduais, a direção do PT virou as costas à categoria para agradar o governo que lhe oferece as gordas tetas. E os radicais do partido estão corretos, pois se fundamentam no que o senador petista Rogério Carvalho disse sobre os malefícios causados pela reforma da Previdência do governo federal: “Teremos uma geração de idosos mais pobres, mais miseráveis”. Ué, senador, e por que em Sergipe será diferente? Diante de tanta desfaçatez, seria apropriado presentear neste Natal os dirigentes do PT com alguns frascos de óleo de peroba. Desconjuro!

Chegou mais um

A liminar do Supremo Tribunal Federal mantendo na ativa o conselheiro Clóvis Barbosa colocou o Tribunal faz de Contas de Sergipe numa situação inusitada: será o único colegiado do país com oito membros, portanto, sem o voto de minerva para desempatar uma votação. A não ser que os ilustres togados criem o nono cargo de conselheiro. O Zé Povinho vai logo dizer que será mais uma despesa. Ora, isso não seria nada demais para um TCE acostumado a oferecer empregos de R$ 16 mil visando agradar políticos amigos. Cala-te, boca!

Aposta no verde

O MST pretende plantar um milhão de árvores em Sergipe nos próximos quatro anos. Em todo o país devem ser plantadas 100 milhões de mudas de espécies nativas como cacau, acerola, manga, jaca, cajá, jenipapo, jambo, goiaba, mamão, graviola, etcétera. O militante do MST Esmeraldo Leal, por exemplo, já produziu e distribuiu em Simão Dias mais de 1,1 mil mudas de árvores. Maravilha!

Juros menores

Muita gente ficou encafifada com essa história de o governo de Sergipe fazer um empréstimo de R$ 750 milhões para pagar uma dívida no mesmo valor. Qual a vantagem disso? Quem responde é Marcos Nascimento, superintendente da Secretaria da Fazenda: “Imagine que você tem uma dívida com um banco e soube que outro está cobrando uma taxa menor. Aí você faz um empréstimo, quita a dívida com o banco que cobra juro maior e passa a pagar menos pelo dinheiro”. Faz sentido!

Calado por resposta

E o ex-deputado federal André Moura (PSC) falou ao vento quando criticou a atuação do senador Alessandro Vieira (Cidadania). O parlamentar deu calado por resposta ao chororô de Moura, que ainda não se conformou por ter perdido a disputa para o Senado. Aliás, o ex-governador Jackson Barreto (MDB) não deu a mínima para as criticas que também lhe fez o ex-deputado. Pelo visto, André arranja melhor freguesia se colocar a viola no saco e for cantar suas loas no ouvido do novo chefe, o governador carioca Wilson Witzel (PSL). Crendeuspai!

Agrados por voto

Quanto tempo faz que um político telefonou para você, parou o carrão com ar refrigerado para cumprimentá-lo, o convidou para uma festa 0800? Não lembra? Avexe-se não. Tão logo chegue 2020, seu celular vai ficar congestionado de tantas ligações amigáveis. E não fique surpreso se, ao chegar em casa, encontrar um sorridente engravatado lhe aguardando para pedir ou comprar o seu voto. Tome cuidado com as panelas, pois essa gente costuma filar uma “bóia” para parecer muito familiar. Vixe!

Noventa faz festa

E quem fez festa para comorar a chegada do Natal foi o deputado federal Valdevan Noventa (PSC). O homem reuniu centenas de pessoas em sua fazenda e haras 90, no município de Arauá, para a 4ª edição do Natal Solidário. Centenas de crianças receberam presentes e se divertiram com as peripécias do palhaço Pilambeta. Políticos da região também prestigiaram o evento de Valdevan Noventa. Quem pode, pode!

Esbanja otimismo

O governador Belivaldo Chagas (PSD) diz ter certeza que 2020 será bem melhor do que 2019. Ele garante que todos no governo estão empenhados, trabalhando com planejamento para que Sergipe “recupere a capacidade de investimento e reencontre o caminho do desenvolvimento”. E o “Galeguinho” jura que continuará dando “tudo de mim para que isso se torne realidade”. Então, tá!

Dois sentidos

Assistir à TV e navegar na internet ao mesmo tempo se tornou um hábito de praticamente todas as pessoas com acesso à web. Segundo pesquisa do Instituto Ibope Conecta, 95% dos brasileiros na rede mundial de computadores têm essa prática como parte do cotidiano. A consulta popular entrevistou duas mil pessoas que acessam a internet. E você, também tá nessa?

Pesquisa festejada

Ex-presidente do DEM, o ex-deputado federal Mendonça Prado (sem partido) festejou a citação do nome dele na última pesquisa para a Prefeitura de Aracaju. A comemoração, segundo o moço, é pelo fato de ter sido lembrado mesmo estando distante do dia a dia político. Na consulta do Instituto Dataplan, publicada pelo Jornal da Cidade, Mendoncinha aparece na 14ª posição com 0,1%, bem distante dos 16,5% atribuídos ao líder Edvaldo Nogueira (PCdoB). Aff Maria!

O medo de Valadares

Quando é pra tirar uma onda, a galera não economiza no chiste. Sabe o que andam dizendo sobre a ausência do deputado estadual Rodrigo Valadares (PTB) na sessão que aprovou a reforma da Previdência? Que ele estava escondido com medo do vereador Vardo da Lotérica (PTB), acusado pelo próprio Rodrigo de contratar um pistoleiro para assassiná-lo. Brincadeira à parte, será que o deputado teve medo foi de se posicionar contra ou a favor do projeto? Homem, vôte!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano A Cruzada, em 24 de dezembro de 1955.

  Editoria: