PSDB entra na Justiça pedindo anulação da eleição em Aracaju

PSDB entra na Justiça pedindo anulação da eleição em Aracaju
novembro 30 13:30 2020 Imprimir Conteúdo

O presidente do Diretório Municipal do PSDB em Aracaju, José Acácio Ferreira Cardoso, ingressou com uma ação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE/SE) pedindo a anulação das eleições em Aracaju.

A ação foi protocolada no último sábado (28), e pedia também a suspensão do segundo turno na capital aracajuana, até a realização de uma auditoria no resultado.

José Acácio era presidente do Diretório Municipal do PSDB em Aracaju e foi candidato a vereador, obtendo 680 votos. Mas após ser notificado da ação, o presidente do diretório estadual, Eduardo Amorim, dissolveu o diretório municipal e destituiu Acácio do cargo.

A ação de nº 0601025-15.2020.6.25.0027 foi ajuizada pela advogada Amabelle Prado Carvalho Cabral ( OAB/SE 11875) e distribuída ao Juízo Eleitoral de Aracaju da 27ª Zona Eleitoral.

Na ação o ex-vereador solicita esclarecimento a respeito da paralisação do sistema de totalização de votos nas eleições municipais de 2020, pedido a realização de uma auditoria – e, se for o caso, de anulação do pleito e posse dos legitimamente eleitos.

Acácio citou que por volta das 18 horas houve paralisação na divulgação dos resultados e alega que a apuração não atendeu à resolução 23.611/2019, do próprio TSE e justificou o seu pedido:

“A Sociedade aracajuana não pode ter dúvidas sobre o pleito, em desfavor do sistema e do órgão que é competente para apuração dos resultados da eleição. Neste sentido, os fatos narrados trouxeram dúvidas quanto à inviolabilidade do voto, à segurança das urnas eletrônicas e à lisura do pleito. Podendo haver indícios de irregularidade na apuração e divulgação dos resultados, após ataque externo (hackers) tanto no dia 12/11, quanto no dia 15/11, domingo, durante a realização das eleições municipais de 2020, em Aracaju”.

Assim que tomou conhecimento da ação, o presidente estadual do PSDB, Eduardo Amorim, afirmou que não concordava com o pedido e dissolveu o diretório municipal. Amorim enviou uma nota ao site NE Notícias, onde afirma que a Executiva Estadual do PSDB Sergipe não tinha conhecimento e “discorda totalmente da decisão tomada de forma unilateral pelo Diretório Municipal de Aracaju de ingressar com uma ação na Justiça pedindo a anulação das eleições deste ano”.

A nota diz ainda que o partido confia na Justiça Eleitoral em Sergipe e no Brasil e acredita que as eleições ocorreram dentro da normalidade. “A Direção Estadual informa ainda que está dissolvendo o Diretório Municipal de Aracaju por entender que essa ação não é republicana e fere os princípios democráticos do nosso País”, informou o texto enviado pelo ex-senador tucano.

Com informações do Blog do Max

  Editoria: