Projeto Dom Távora desperta vocação turística da região do Baixo São Francisco

Projeto Dom Távora desperta vocação turística da região do Baixo São Francisco
outubro 11 05:24 2019 Imprimir Conteúdo

Associações comunitárias serão beneficiadas pelo governo e serão criados novos produtos e roteiros turísticos para esta região

As Secretarias de Estado da Agricultura (Seagri) e do Turismo (Setur), juntamente com a Universidade Federal de Sergipe (UFS), realizaram reunião, nesta quinta-feira, 10,  para debater à criação da Rede de Turismo Rural Sustentável do Baixo São Francisco, que será composta por uma rota turística para fomentar o desenvolvimento sustentável nas comunidades beneficiadas pelo Projeto Dom Távora. Atualmente 222 famílias são beneficiadas com ações que permitam a inclusão pelo trabalho e pela renda de maneira sustentável.

Na oportunidade, o secretário de Turismo e Comunicação, Sales Neto, explicou a importância da parceria para o fomento do turismo. “Eles possuem iniciativas isoladas com um grande potencial de produtos turísticos. E nós, como poder público, temos o papel de agentes indutores, para que possamos transformar isso em algo grandioso para nosso turismo”, declarou.

Ainda segundo Sales Neto,  o assunto será ampliado em uma segunda reunião com mais atores que atuem com consultoria, assim como com a presença do Sebrae, Senac, prefeituras municipais, secretários de turismo municipais e as próprias associações. “Tudo isso é para que juntos possamos criar novos produtos, novos roteiros e que possamos inserir isso dentro de uma cadeia econômica que gere renda para essa população, melhorando a qualidade de vida dessas pessoas. Esse é o objetivo principal, melhorar a qualidade de vida deles através desses produtos produzidos que podem se tornar ótimos atrativos turísticos”, pontuou.

De acordo com o secretário da Agricultura, André Bomfim, a parceria só trará benefícios. “Hoje viemos aqui buscar a parceria com a Setur para a construção desse projeto e saímos muito otimistas nesse momento. Esperamos muito em breve a realização da segunda reunião, em que teremos mais envolvidos e assim possamos criar uma nova rota turística na região do baixo São Francisco”, relatou.

A Universidade Federal de Sergipe (UFS) analisou a parceria como positiva para o turismo na região. “Eu vejo essa reunião de uma maneira muito positiva em um primeiro contato. Nossa ideia é entender e explanar melhor esse projeto, para identificar as áreas que poderemos auxiliar” contou a professora do departamento de turismo, Jennifer Caroline.

Baixo São Francisco

A Rede de Turismo Rural Sustentável do Baixo São Francisco será composta por uma rota turística, que envolve quatro comunidades diretamente. Ao menos mais seis comunidades dos Municípios de Brejo Grande e Ilha das Flores também são atingidas indiretamente. O projeto tem o objetivo de proporcionar nessa região, o desenvolvimento sustentável por meio do turismo rural sustentável de base comunitária, valorizando a produção local de Brejo Grande e Ilha das Flores, e consequentemente, os povos que tradicionalmente vivem nos municípios.

O projeto Dom Távora visa beneficiar diretamente cinco associações comunitárias: a  Associação da Comunidade Remanescente de Quilombo Bongue/ Povoado Bongue, localizada em  Ilha das Flores; a Associação de Pescadores São Pedro/ Povoado São Pedro, também localizada em Ilha das Flores; a Associação da Comunidade Remanescente de Quilombo do Brejão dos Negros/Povoado Santa Cruz (Brejo Grande); a Associação de Doceiras e Artesãos do Povoado Saramén/ Povoado Saramén (Brejo  Grande); e a Associação da Comunidade Tradicional dos Pescadores Artesanais da Resina/ Povoado Resina (Brejo Grande).

O projeto irá reformar e estruturar o Centro de Cultura e Gastronomia Sustentável do Povoado Bongue; adquirir embarcação apropriada para o transporte de no máximo 30 pessoas; criar o Entreposto, o Empório ou Mercearia do Baixo São Francisco, e a adquirir móveis e equipamentos para estruturar as ações e vivências formativas já realizadas na comunidade.

Fonte e foto ASN

  Editoria: