Privatização dos Correios será debatida em audiência proposta por João Daniel

junho 27 13:47 2019 Imprimir Conteúdo

A preocupação com a possível privatização da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos e as consequências disso para o país foram alguns dos motivos que levaram o deputado federal João Daniel (PT/SE), juntamente com o deputado Leonardo Monteiro (PT/MG), a apresentar requerimento na Comissão de Participação Legislativa da Câmara para debater o tema, em audiência pública. Durante reunião na Comissão, nesta quarta-feira, dia 26, o requerimento número 49/2019, foi aprovado. A audiência será realizada no dia 11 de julho, no sindicato dos bancários.

Segundo o parlamentar, os Correios estão entre as empresas que participarão do programa de privatizações do atual governo. Já foram iniciados os estudos para abrir o capital da empresa. João Daniel observa que essa questão tem sido vista com preocupação pela sociedade e os trabalhadores. Ele ressalta também o papel estratégico que os Correios têm como empresa pública.

Por isso, destacou João Daniel, é preciso se observar que os Correios não estão na lista de empresas dependentes do Tesouro nacional, possui uma infraestrutura já montada e em funcionamento, não demandando recursos públicos para sua construção. Além disso, o parlamentar destacou que a qualidade dos serviços postais brasileiros tem melhorado muito, deixando no passado os problemas operacionais ocasionados por falta de alocação adequada de recursos, embora de certa forma se tente colocar a população contra o serviço prestado pela empresa.

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos é uma empresa com 356 anos de existência, estando presente em todos os municípios brasileiros, sendo que em 60% deles é o único órgão federal funcionando. A empresa possui mais de 100 mil funcionários.

Para a audiência serão convidados representante do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Sindicato da categoria em Sergipe, Central Única dos Trabalhadores, o pesquisador e geógrafo Igor Venceslau, além de representantes da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (FENTECT), Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (FINDECT), Associação Nacional dos Trabalhadores da ECT (ANATECT), Associação dos Analistas de Correios do Brasil (AACB), Associação dos Profissionais dos Correios (ADCAP), Federação dos Aposentados, aposentáveis e Pensionistas dos Correios e Telégrafos (FAACO).

Foto: Márcio Garcez

Por Edjane Oliveira –

  Editoria: