Presidente da Apae Aracaju busca recursos para a entidade em Brasília

agosto 23 04:45 2019 Imprimir Conteúdo

O presidente da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE Aracaju), Max Guimarães, está em Brasília e deve continuar pela capital federal até o fim da semana. Objetivando a busca de recursos através de emendas parlamentares, o representante maior da entidade aracajuana aproveitou a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência para ressaltar a necessidade de voltar os olhos a questões relacionadas à inclusão.

“Estive em algumas reuniões com representantes sergipanos na Câmara Federal durante esses dias, buscando emendas parlamentares em prol da luta das pessoas com deficiência. Numa semana como essa, onde o foco é debater o assunto e conscientizar a sociedade, estamos ainda mais focados na busca da inclusão”, afirmou Max, que também visitou o Ministério da Saúde e a Secretaria Nacional de Inclusão Social e Produtiva Urbana.

Sancionada por lei em 2017, a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla acontece todos os anos durante o período de 21 a 28 de agosto. A intenção da Semana é debater e fazer a sociedade refletir sobre a responsabilidade de agir em prol da igualdade e da inclusão.

Este ano, o tema “Família e pessoa com deficiência, protagonistas da implementação das políticas públicas” vem para salientar a importância desse movimento e exaltar a necessidade de sintonizar a participação de todas as esferas familiares na vida das pessoas com deficiência, que recebem um impacto positivo desde que haja ambiente favorável para o desenvolvimento.

Pai de uma criança com paralisia cerebral assistida pela APAE Aracaju, Washington Tavares destacou o envolvimento dos familiares no dia a dia de uma pessoa com deficiência. “A família tem que estar envolvida na rotina, na vida de uma pessoa com deficiência. Minha filha Rebeca tem paralisia cerebral, e eu vejo como muito importante que a família esteja cuidando, zelando, sempre em busca do melhor para a criança”, afirmou.

Na APAE Aracaju, a assistente social Isaildes Mayra ressaltou não apenas a importância da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, mas também o papel do governo e da sociedade em relação às medidas de atenção que devem ser tomadas.

“É um momento importante de mobilização e sensibilização da sociedade, do governo, pois possibilita a discussão sobre a pessoa com deficiência e suas famílias, suas demandas, desejos e necessidades, seus direitos. As ações buscam envolver a comunidade, sendo um momento oportuno também para apresentar de que forma é realizado o trabalho da APAE Aracaju, estreitando  os laços com a comunidade. Entendendo que a partir do momento que damos voz, possibilitamos que os mesmos sejam protagonistas, sejam parte ativa no processo”, concluiu.

Fonte: Ascom Apae Aracaju

  Editoria: