Prefeitura premia quadrilhas juninas e grupos de forró no edital Janelas Para as Artes

dezembro 17 07:40 2020 Imprimir Conteúdo

O edital Janelas Para as Artes, instrumento a partir do qual a Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), está executando parte dos recursos da Lei Aldir Blanc no município, premiou todas as quadrilhas juninas adultas e infantis e grupos de forró pé de serra inscritos dentro das suas respectivas categorias, pois atenderam os critérios estabelecidos. A premiação é também um reconhecimento à relevância histórica e cultural destes segmentos. Além disso, diversas quadrilhas também foram contempladas no Inciso II.

Entre os grupos de forró pé de serra estão novos nomes do cenário musical local, a exemplo do Forró de Seu Biná e Os Três Muleques, como também artistas mais tradicionais, como Zé Américo de Campo do Brito. O edital gerou oportunidades, e Aracaju terá, a partir de agora, vários forrozeiros se apresentando com obras inéditas e novas composições de forrós e álbuns musicais, inclusive de nomes já conhecidos como Erivaldo de Carira, Casaca de Couro, Bob Lelis, Lucas Campelo e tantos outros, chegando a somar 25% dos projetos contemplados.

A Quadrilha Xodó da Vila foi uma das premiadas pela Lei. O presidente do grupo, Etelvan Santos, diz ter ficado muito feliz com a inserção da categoria no edital e parabeniza a Prefeitura pelo espaço. “Esse edital trouxe uma confiança muito grande para que nós possamos dar continuidade ao nosso trabalho. Nós nunca sentimos uma real valorização do poder público com as quadrilhas do município e, hoje, podemos dizer que nos sentimos honrados e fortalecidos”, explicou.

  Editoria: