Prefeitura garante retomada dos atendimentos médicos nas UPAs

Prefeitura garante retomada dos atendimentos médicos nas UPAs
janeiro 07 13:56 2019 Imprimir Conteúdo

Durante a coletiva de imprensa realizada na sede da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), na manhã desta segunda, 7, a Prefeitura de Aracaju anunciou que irá regularizar os atendimentos na Rede de Urgência e Emergência (Reue) na capital já partir desta terça-feira, 8. A retomada dos serviços será possível graças a um contrato emergencial que a gestão firmou com uma empresa para gerenciar o Hospital Municipal Nestor Piva (Zona Norte).

“Diante de toda esta situação, decidimos firmar um contrato emergencial de seis meses com a empresa Centro Médico do Trabalhador LTDA. Com isso, ela ficará integralmente responsável, já a partir de amanhã, dia 8, pelo gerenciamento do Hospital Zona Norte. Entendemos que essa é uma medida extrema, mas que foi necessária para que pudéssemos regularizar os atendimentos na Reue da capital. Quanto a capacidade de gerenciamento, nós da gestão estamos tranquilos, pois a empresa possui know-how suficiente, uma vez que ela mesma já administrou outros hospitais, a exemplo do Huse. Além disso, ainda podemos garantir que com esse contrato, os custos de manutenção dos serviços para a prefeitura ficarão bem menores”, declarou a secretária da SMS, Waneska Barboza.

Já a escalas do Hospital Fernando Franco serão recompostas com os médicos servidores do município que já atuavam em alguma das duas unidades hospitalares. “Já estamos fazendo esse trabalho de reorganização com os profissionais para que também a partir de amanhã a gestão consiga iniciar a normalização das escalas médicas no Zona Sul. Acreditamos que não teremos problemas com essa recomposição, até porque o quantitativo de médicos que atuavam no Nestor Piva já era maior que o do Fernando Franco. Isso nos possibilita inclusive a destinar os profissionais remanescentes dessa adequação para outras redes, caso haja necessidade”, complementou a secretária.

Durante os seis meses de duração do contrato emergencial, a gestão elaborará um novo processo licitatório a fim de manter os atendimentos no Nestor Piva sob a gerência de uma empresa ganhadora. “Os serviços nos hospitais precisavam ser retomados urgentemente e a medida mais rápida que conseguimos implementar neste momento foi esse contrato emergencial”, afirmou o secretário adjunto da SMS, Carlos Noronha.

Foto assessoria

  Editoria: