Prefeitura age para coibir maus tratos a felinos na Sementeira em Aracaju

maio 03 06:47 2022

Na tarde desta segunda-feira, 2, o presidente da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), Bruno Moraes, representantes do Projeto Manjedoura, Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema) e da empresa terceirizada BTS, discutiram medidas no sentido de apurar e, também, evitar casos de maus tratos e morte de felinos em espaços do Parque Governador Augusto Franco (Sementeira).

Durante o encontro, realizado no gabinete da presidência da Emsurb, Bruno enfatizou o esforço e transparência da Prefeitura de Aracaju, através dos órgãos municipais com setores sediados na área, para dar celeridade na apuração do ocorrido, a exemplo da abertura de procedimento administrativo por meio da Assessoria de Controle Interno da empresa municipal.

“Estamos à disposição da Polícia Civil, no tocante ao levantamento de informações e apuração dos fatos”, desracou o presidente.

Entre as principais ações a serem adotadas estão a instalação de câmeras de monitoramento, intensificação das orientações para redução da circulação de veículos na área interna do Horto Florestal da Sema, espaço onde animais foram encontrados mortos, além do cercamento da área situada entre o mesmo e a Embrapa, de forma a tentar evitar que os gatos ultrapassem o limite do parque, e que outros animais, a exemplo de cães, possam ter acesso à Sementeira para atacar os felinos, como registrado em anos anteriores.

Durante a reunião, o diretor de controle da Sema, Ludwig Oliveira Júnior, destalhou as medidas imediatas adotadas pelo órgão no intuito de levantar informações sobre o ocorrido na área onde funciona o Horto Florestal.

“Tão logo o secretário Alan Lemos foi informado, ele oficiou a Delegacia de Proteção Animal e Meio Ambiente, tendo em vista que há indícios de prática de crime, sobretudo pelas características do tipo da mortalidade, pedindo que o caso fosse investigado e apurado. Além disso, colocou a Sema à disposição para contribuir nas investigações que levem à elucidação da questão”, afirmou o diretor.

Ludwig acrescentou que nesta terça-feira, 3, uma equipe de proteção animal da Sema será enviada ao local para fazer um levantamento e avaliar as condições clínicas dos felinos.

Para Edilma dos Santos Santana, uma das voluntárias e representante do Projeto Manjedoura, o encontro representou avanços para evitar incidentes desta natureza, bem como a prática criminosa no âmbito do parque.

“Ficamos satisfeitas com a possibilidade de instalação das câmeras  de monitoramento e redutores de velocidade, bem como o cercamento entre o Horto e a Embrapa para evitar que outros animais ataquem os gatos”, disse a voluntária, ao ressaltar a abertura para o diálogo assegurada pela  presidência da Emsurb, “para atender, sempre que possível, as nossas principais demandas”, frisou.

Também participaram da reunião integrantes de outros setores da empresa municipal: diretorias de Orlas e Parques, de Operações, assessorias de Controle Interno, Recursos Humanos e Comunicação.

Foto: Ascom Emsurb

  Editoria: