Pré-candidato ao governo, João Fontes, diz que Valadares impediu um acordo entre o PL e o PT

Pré-candidato ao governo, João Fontes, diz que Valadares impediu um acordo entre o PL e o PT
maio 11 07:36 2022

 

O presidente estadual do PTB e pré-candidato a governador, João Fontes, disse nesta terça-feira (10) que o ex-senador Antônio Carlos Valadares (PSB), impediu um acordo entre o PL e o PT.

A afirmação foi feita durante entrevista ao programa Contraponto da Aperipê FM 106.1, quando João Fontes informou que “há dois meses, o PL tava muito próximo com o PT. Esse acordo não foi feito no dia 2 de abril porque Valadares (pai), muito esperto, percebeu que se botasse Eduardo Amorim no PSB iria ter um problema, porque Valadares Filho teria dificuldade de uma eleição de federal, em função de não ter saído a federação dos partidos, e de disputar sozinho”, explicou João Fontes.

Segundo Fontes, vendo essa impossibilidade, o ex-senador Valadares “travou o anúncio de Eduardo Amorim, como pré-candidato a senador na chapa com Rogério Carvalho”. Mas, ainda, ressaltou que “a prioridade do PL é a eleição de deputado federal”.

Sobre Valmir de Francisquinho, João Fontes disse que ele foi aliado do governador Belivaldo Chagas, porque o seu filho e deputado estadual, Talysson de Valmir (PL), sempre votou nos projetos do Governo Estadual, e que atualmente pai e filho estão brigados com agrupamento governista por causa do processo eleitoral, e que o ex-prefeito de Itabaiana “jogou, mas não deu certo”, completa Fontes.

João ainda sugeriu que a Imprensa faça um debate com as delegadas Thaís Lemos e Danielle Garcia. De acordo com ele, “as duas estão defendendo posições, porque veja bem: como é que dra. Thaís comanda uma operação, bota alguém na cadeia e a dra. Danielle santifica a pessoa que foi presa?”, questiona João Fontes.

Por Eraldo Souza

  Editoria: