Potencial econômico do Centro-Sul sergipano norteia encontro da Educação

abril 29 05:16 2022

O município de Lagarto recebeu nesta quinta-feira, 28, o Encontro da Educação Profissional e Tecnológica com o Setor Produtivo realizado pela Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), por meio da Diretoria Regional de Educação 2 (DRE 2), com a participação de gestores escolares, professores, estudantes, empresários e representantes comerciais do Centro-Sul sergipano. O objetivo é estreitar as relações entre os dois segmentos, possibilitando parcerias e expansão da oferta de cursos técnicos nas escolas da rede estadual. O evento aconteceu no auditório da Faculdade Ages.

De acordo com o superintendente executivo da Seduc, professor José Ricardo de Santana, essa iniciativa nasce com a perspetiva de fortalecimento da implementação do quinto itinerário formativo do Novo Ensino Médio. Ele também pontua que o objetivo é regionalizar as ações para que as escolas e as próprias diretorias regionais de educação empreendam parcerias. “A partir desse entendimento a gente pretende ampliar as possibilidades em torno da EPT, verificar o que é necessário para isso, quais as áreas que devemos focar, dialogar com a comunidade empresarial para trazer essas respostas e poder aplicar efetivamente”, declarou.

A professora Daniela Santos Silva, diretora da DRE 2, falou do potencial econômico do Centro-Sul. “Essa é uma região próspera e rica em vários sentidos, a qual vem crescendo e contribuindo significativamente para o sucesso do nosso estado. Nossa região é destaque na produção agrícola, e algumas empresas têm se estabelecido em Simão Dias, Lagarto, Tobias Barreto e no município de Poço Verde. Também no ramo da tecnologia algumas empresas têm surgido por aqui, fornecendo internet e outros serviços; então é uma região que vem demandando a procura pelo mercado de trabalho. E o objetivo do encontro é no sentido de promover uma ponte de aproximação para podermos no futuro ofertarmos cursos que estejam alinhados com as perspectivas do setor produtivo local”.

O professor Leandro Ferreira de Santana, diretor do Centro de Referência de Educação de Jovens e Adultos Professor Marcos Ferreira, em Simão Dias, vê o evento como uma excelente oportunidade para discutir a chegada de novos cursos, sobretudo trabalhar a motivação da comunidade estudantil sobre a importância da qualificação profissional. “Somos uma escola que passou a oferecer cursos profissionalizantes recentemente e, de certa forma, dia após dia, nós estamos passando para nossos alunos a importância de se fazer esse curso e a importância que ele terá para nossa sociedade. Um evento como este marca a presença dos futuros empregadores dos nossos alunos, e certamente trará efeitos positivos para o futuro dos cursos que nós ofertamos”, disse.

Everaldo de Jesus, aluno do Creja Prof. Marcos Ferreira, do curso técnico de Segurança no Trabalho, também elogiou a iniciativa da rede estadual. Para ele, essa ação vai trazer novas perspectivas para o território no sentido de oferta de cursos. “Sem dúvida isso é riquíssimo para o aluno que quer evoluir, quer crescer, assim ele sempre vai ser elevado nas posições que ele almeja, nos seus sonhos e projetos”, afirmou ele, ao comentar sobre o curso que iniciou há um mês. “Estou gostando bastante. Inclusive muito do que venho aprendendo já consigo aplicar algumas coisas na área em que atuo, que é a vigilância nortuna”, acrescentou.

Segundo o empresário Reinaldo Barbosa, da Infomaster Informática, empresa localizada em Lagarto, a proposta da Seduc aumenta a perspectiva de disponibilização de mão de obra qualificada no Centro-Sul sergipano. “Com a Secretaria de Estado da Educação tomando essa iniciativa, consegue-se fazer com que o aluno do ensino médio, cuja maior parte é da rede estadual, consiga entrar não só no comércio, mas também em todo o segmento de tecnologia e administração. Às vezes a gente fica preso ao crescimento devido à falta de material humano”, salientou.

A programação do evento contou ainda com a apresentação da Educação Profissional e Tecnológica na rede estadual, feita pela coordenadora do Sepro, Rivânia Andrade, e com uma palestra sobre o “Potencial Econômico da região Centro-Sul”, ministrada por Michelle Doria, gerente de estudo e pesquisa do Observatório de Sergipe. A importância da aproximação com o setor produtivo também foi tratado durante bate-papo mediado pela professora Dayana Soares Mariano, coordenadora do Grupo de Trabalho do Setor Produtivo. Ainda durante o evento foi realizada uma Roda de Conversa com os parceiros.

É importante destacar que o evento passará por todas as DREs. Na próxima semana, precisamente no dia 4 de maio, o encontro será realizado na DRE 4, que representa os municípios do Leste Sergipano. No dia 10 de maio será a vez da DRE 5, no Médio Sertão. A diretora do Departamento de Educação da Seduc (DED), professora Ana Lúcia Lima, explicou que a regionalização do debate em torno da expansão da EPT é uma forma de dar autonomia e apoio às diretorias de educação na busca por parcerias. “Hoje a gente está iniciando esse momento aqui na DRE 2, o que muito vai contribuir para o fortalecimento tanto da educação como também, futuramente, da própria economia e qualidade de vida do povo dos municípios que compõem esse território”, concluiu.

Assessoria de Comunicação da SEDUC

  Editoria: