Polícia Civil prende autores do homicídio que vitimou “Márcio do Pastel”

Polícia Civil prende autores do homicídio que vitimou “Márcio do Pastel”
março 10 10:47 2021 Imprimir Conteúdo

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) elucidou o homicídio que teve como vítima Márcio Teles dos Santos. Ele foi encontrado sem vida na tarde do dia 2 de fevereiro, no bairro Coroa do Meio, em Aracaju. As investigações identificaram os autores do crime como sendo Ivanilto Santana Farias, conhecido como “Ivan”, 28, e Ademilson dos Santos, 38. Eles foram presos em cumprimento a mandados de prisão preventiva na manhã dessa terça-feira, 9.

De acordo com a delegada Maria Pureza, a vítima foi morta com golpes, que ocasionaram traumatismo craneoencefálico. O procedimento investigativo apurou também que Márcio não possuía envolvimento com atividades ilícitas. Ainda conforme as investigações, a vítima se relacionava com Ivanilto, em um relacionamento que era instável e abusivo. Ivanilto explorava, financeiramente, Márcio, que acabava o sustentando, além de esposa e filhos, presenteando com objetos caros, como motocicletas e celular.

Além disso, Ivanilto teria sido o mandante do roubo ocorrido na residência da vítima, quando residia na cidade de Itabaiana, no ano de 2019. A vítima costumava guardar dinheiro dentro de casa, fato que era de conhecimento de Ivanilto, que também sabia que Márcio havia vendido uma motocicleta pelo valor de R$ 14 mil, e que a quantia poderia estar guardada na casa da vítima. Na casa de Márcio, não foram encontrados dinheiro, celular, carteira e uma caixa de som.

No decorrer das investigações, foram reunidas as provas que indicaram que Ivanilto e Ademilson teriam se deslocado da cidade de Lagarto, onde residem, na noite de 1º de fevereiro, e praticado o crime que vitimou Márcio. Ivanilto compareceu na manhã do dia 23 de fevereiro na delegacia, atendendo intimação, e comportou-se de maneira fria e indiferente, assim como em toda a investigação. Ele confirmou o relacionamento amoroso com a vítima e que ganhou bens de Márcio.

Em razão do cumprimento das prisões, Ademilson confessou ter participado do crime, aduzindo que Ivan teria planejado e executado o crime. Ele indicou que a vítima foi morta a pauladas, tendo sido, inclusive, o autor do primeiro golpe que teria levado a vítima ao chão. Descreveu, também, que Ivan, além das pauladas, tentou enforcar a vítima com uma toalha de banho e, não satisfeito, após deixá-la inconsciente, desferiu-lhe dois golpes de faca, sendo um no pescoço e outro na perna.

No tocante à motivação, Ademilson relatou que Ivan tinha muita raiva da vítima e que lhe disse que queria matá-la para viver em paz com a esposa e filhos. Em razão do cumprimento dos mandados de busca e apreensão, foram recuperados, na cidade de Estância, na residência da irmã de Ademilson, a caixa de som e um casaco de couro pertencentes à vítima. Os autores encontram-se custodiados em delegacias da capital e serão encaminhados ao sistema penitenciário, onde permanecerão à disposição da Justiça.

Fonte e foto SSP

  Editoria: