Polícia Civil elucida latrocínio praticado contra supervisor da AmBev

Polícia Civil elucida latrocínio praticado contra supervisor da AmBev
março 10 07:33 2019 Imprimir Conteúdo

 

A vítima foi atraída por uma adolescente até o local do crime

A equipe da Delegacia Regional de Estância, sob o comando do delegado Allan Faustino, elucidou o latrocínio praticado contra Diego Moisés de Jesus Santos na madrugada do dia  21 de fevereiro, deste ano, na cidade de Estância. A prisão do autor, identificado como Michel Leal Dantas Soares, 30 anos, aconteceu na tarde de hoje, 09, em um povoado da cidade de Umbaúba/SE, local onde também foi apreendida a adolescente infratora que participou da ação.

Segundo investigação, a vítima recebeu mensagens de uma adolescente convidando-a para um encontro, tendo a vítima atendido ao convite e se dirigido em seu veículo Hyundai/i30 para as proximidades do Forródromo, local onde ele foi abordado pelo executor do crime Michel Leal Dantas Soares, de 30 anos, que passou a agredir a vítima, golpeando-a na cabeça fazendo uso de um pedaço de madeira. Em seguida, o criminoso, fazendo uso de um lençol envolta do pescoço da vítima, a executou mediante asfixia, subtraindo o relógio e os aparelhos celulares da vítima.

Ainda de acordo com as investigações, Michel colocou o corpo da vítima no porta-malas do veículo e se dirigiu para a casa da vítima em companhia da mencionada adolescente, local onde subtraíram vários objetos de seu interior, entre eles um televisor, relógio e aparelho de som. Em seguida o autor do crime se dirigiu para o Povoado Biriba 3, onde o corpo da vítima foi desovado,  na busca de ocultá-lo, logo depois retornou  para a zona urbana de Estância.

A vítima então foi dada como desaparecida, tendo a Delegacia Regional de Estância sido acionada por seus familiares, passando os policiais civis de imediato a realizarem diligências investigatórias. Após algumas horas, os policiais civis de Estância conseguiram encontrar o corpo da vítima, após análise do trajeto realizado pelo veículo da vítima durante toda a madrugada do dia 21/02, através de seu GPS nele instalado.

Segundo apurado na investigação, Michel planejava levar o veículo da vítima para a cidade de Itabaiana/SE, porém, devido a problema em um dos pneus do veículo,  o autor do crime não conseguiu subtraí-lo, abandonando-o em uma rua nas proximidades da casa de Michel.

Michel responderá por latrocínio consumado, cuja pena é de 20 a 30 anos de reclusão, além de ocultação a cadáver; já a adolescente responderá pelos atos infracionais cometidos e será encaminhada a Usip.

Fonte e foto SSP

  Editoria: