PMA disponibiliza tabela comparativa de preços dos produtos da ceia natalina

PMA disponibiliza tabela comparativa de preços dos produtos da ceia natalina
dezembro 18 09:39 2020 Imprimir Conteúdo

Para auxiliar os consumidores durante as compras de produtos para a ceia natalina, a Prefeitura de Aracaju, através da Secretaria da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), disponibiliza, nesta sexta-feira, 18, mais uma pesquisa comparativa de preços. O levantamento foi realizado através do Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Aracaju), nos dias 14 e 15 , a partir de visita à oito estabelecimentos comerciais.

Foram verificados os valores aplicados para 24 produtos, entre bebidas, carnes e itens variados, frequentemente utilizados na ceia. Na tabela, há também a especificação da marca e endereço dos estabelecimentos onde ocorreu a coleta de dados, possibilitando ao consumidor obter uma referência de preço, antes de sair às compras.

No segmento de carnes, consta para o tender suíno o menor preço de R$31,99 e o maior preço de R$47,90, por quilo. Já o chester está com valores entre R$18,48 e R$23,39. Também foi observada a variação nos preços do pernil temperado, com registros entre R$38,99 e R$19,99.

A coordenadora de atendimento do órgão, Jéssica Rodrigues, ressalta que esse tipo de levantamento visa demonstrar a importância da pesquisa comparativa, antes de efetuar compras, assim como apresentar os menores valores, dentro da amostra pesquisada.

Ela também chama atenção para alguns cuidados básicos, que ajudarão a garantir os produtos da ceia com o melhor preço, sem deixar de lado a segurança e qualidade dos itens escolhidos.

“Dentre esses cuidados estão a verificação da data de validade dos produtos, a sua composição, além de verificar se o preço que consta na gôndola é o mesmo praticado no caixa, no momento do pagamento. Lembrando que qualquer descumprimento às normas estabelecidas no Código de Defesa do Consumidor (CDC), poderão ser objeto de apuração pelo Procon”, destacou Jéssica.

As variações de preço encontradas durante o levantamento correspondem aos dias em que a ação foi realizada. Dessa forma, há possibilidade de ocorrer alterações nesses valores, devido a possíveis descontos, ofertas ou promoções. Além disso, estabelecimentos de uma mesma rede podem praticar preços diferenciados entre si.

Para esclarecer dúvidas ou registrar denúncias, os consumidores podem entrar em contato com o órgãos através do canais de atendimento, ligando para o SAC 151, para o telefone 3179-6040 ou ainda através do e-mail procon@aracaju.se.gov.br. O atendimento ocorre em dias úteis, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Confira a tabela completa.

Foto: Felipe Goettenauer

  Editoria: