PMA condecora comandantes do 28º BC, Capitania dos Portos e Corpo de Bombeiros

PMA condecora comandantes do 28º BC, Capitania dos Portos e Corpo de Bombeiros
janeiro 16 14:07 2020 Imprimir Conteúdo

O prefeito Edvaldo Nogueira realizou, nesta quinta-feira, 16, a entrega da Comenda da Ordem do Mérito Serigy aos comandantes do 28º Batalhão de Caçadores, coronel José Fernandes Carneiro dos Santos Filho; da Capitania dos Portos de Sergipe, capitão de fragata Guilherme Conti Padão, e do Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe, coronel Gilfran Marceliocopete Santos Mateus. A Comenda, a mais alta condecoração do município, foi concedida aos homenageados pela atuação de suas instituições no enfrentamento às manchas de óleo de petróleo nas praias de Aracaju no final do ano passado.

“Essa condecoração é um reconhecimento da Prefeitura a essas três instituições tão importantes – a Marinha, o Exército e o Corpo de Bombeiros -, que se somaram à gestão municipal em um momento tão difícil, enfrentado por nossa cidade, que foi aquele derramamento de óleo nas praias. Cada um fez a sua parte e, juntos, conseguimos dar uma rápida resposta ao problema, fazendo com que Aracaju fosse a cidade a intervir mais rapidamente ao desastre ambiental. Homenageamos os comandantes dessas corporações, em reconhecimento a todo trabalho prestado por eles a nossa cidade. Foi uma maneira também de expressar a gratidão de todos os aracajuanos a essas corporações”, afirmou o prefeito.

A Comenda da Ordem do Mérito Serigy foi criada em 1973 e tem o objetivo de agraciar pessoas que tenham prestado serviços de relevância ao município de Aracaju. A condecoração recebe o nome de um dos caciques sergipanos que se destacou pela resistência à conquista portuguesa. O cacique Serigy é considerado o guardião da soberania, da auto-estima, da liderança, da luta, da coragem e da servidão. Na atual gestão, é a primeira vez que a condecoração é concedida.

Em seu discurso, Edvaldo pontuou como se deu a atuação do Exército, da Marinha e do Corpo de Bombeiros. “No caso da Marinha, a atuação se deu desde o primeiro momento. Logo que o óleo foi encontrado nas praias da capital, a Prefeitura esteve lá, por meio da Secretaria do Meio Ambiente, e foi iniciado o monitoramento de toda a região. Por ser responsável pela Costa brasileira, ela coordenou as reuniões, realizadas na Capitania dos Portos, e orientou os trabalhos de todos os envolvidos”, destacou.

Sobre o Exército, o prefeito disse que os soldados e praças do 28º BC “ajudaram prontamente na limpeza das praias”. “Desde que o Exército passou a atuar, tivemos um avanço significativo. Eles nos ajudaram até o recolhimento da última mancha em nossas praias”, frisou. Em relação ao Corpo de Bombeiros, a corporação disponibilizou 60 militares, incluindo os novos alunos, para atuação aos fins de semana, sob a coordenação de um oficial. “Eles prestaram um grande serviço nas praias de Aracaju. Foi uma verdadeira somação de esforços. Com o empenho de todos, conseguimos trazer à normalidade para as praias da nossa capital”, reiterou Edvaldo.

“Em prol da população”

O coronel José Fernandes Carneiro dos Santos Filho, que discursou em nome dos homenageados, agradeceu a honraria. “É motivo de muito orgulho receber esta comenda em nome das instituições que representamos. Nossa intenção é que todos se sintam homenageados. As instituições existem para servir a sociedade. Por isso, nos unimos para resolver um problema comum para benefício da sociedade. Ocorreu uma convergência total de esforços e interesses para que pudéssemos voltar a ter uma praia limpa, algo tão importante para a economia, para o turismo e para o lazer dos aracajuanos. Não somente o 28º BC, a Capitania dos Portos e o Corpo de Bombeiros, mas várias instituições se somaram e aqui representamos a todas elas. As instituições de Sergipe são diferenciadas no quesito integração, pois se unem para atender a sociedade, independentemente de eventuais interesses e posições. Todos pensamos no bem da sociedade”, declarou.

Mais de 300 personalidades já receberam a condecoração, desde a sua criação, entre elas o ex-governador do Rio de Janeiro, Leonel Brizola, a folclorista, escritora e historiadora, Aglaé Fontes, os empresários Gentil Barbosa e Oviêdo Teixeira, o sociólogo Gilberto Freyre, o desembargador Artêmio Barreto, a historiadora Maria Thétis Nunes, o padre Arnóbio e o médico Almir Santana.

Acompanharam a solenidade o presidente do Tribunal de Justiça de Sergipe, desembargador Osório de Araújo Ramos, o deputado federal Fábio Henrique, os vereadores Nitinho Vitale (presidente da Câmara) e Jason Neto, além de oficiais das três corporações e secretários municipais.

Por Valter Lima

Foto Ana Lícia Menezes/PMA

 

  Editoria: