PCdoB em Sergipe realiza ato de lançamento da Conferência de Emancipação das Mulheres

PCdoB em Sergipe realiza ato de lançamento da Conferência de Emancipação das Mulheres
fevereiro 25 05:52 2021 Imprimir Conteúdo

Na noite da última quarta-feira, 24, o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) em Sergipe, realizou de forma on-line, um amplo e diversificado ato de lançamento da Conferência Estadual das Mulheres do PCdoB. O ato contou com a presença de dirigentes do partido, representantes da direção nacional, representantes da União da Juventude Socialista, União Brasileira de Mulheres, representantes da Central dos Trabalhadores e das Trabalhadoras do Brasil, além dos vereadores eleitos pelo partido, em Aracaju e Nossa Senhora do Socorro, filiados e o público em geral.

O ato de lançamento apontou a necessidade de mulheres e homens debaterem a Emancipação das Mulheres a partir de uma nova proposta: o Feminismo Popular. Durante o evento, foi feita a leitura do manifesto “Vamos construir o feminismo popular – Todo dia uma luta, todo dia uma esperança”, voltada para a sociedade, e também contou com uma apresentação artística do Coletivo de Mulheres do Centro Cultural Erukerê.

A Secretária Estadual de Mulheres do PCdoB, Pureza Sobrinha, fez a abertura do evento e destacou que o ato de lançamento “representa a forma de levarmos ao conhecimento, tanto da militância, quanto de pessoas que se afinem com o pensamento emancipacionista para estarmos debatendo minimamente. A conferência do PCdoB sobre a Emancipação das Mulheres constitui um momento especial para reafirmarmos o partido através do protagonismo das mulheres”.

Para o presidente do partido, Edival Gois, o ato de lançamento da conferência é uma forma de conseguir elevar a consciência política. “O PCdoB joga um papel fundamental nesse debate sobre emancipação das mulheres, porque é com esse debate que vamos conseguir elevar a consciência política das mulheres e dos homens para modificarmos essa sociedade. Estamos vivendo uma crise sanitária, política, social, econômica, e nesse momento, diante de todas essas dificuldades, o PCdoB é uma luz que ilumina e fomenta o debate para que possamos sair dessa crise o mais rápido possível e sair fortalecidos para que possamos ajudar a ter uma sociedade igualitária para todos”, pontuou.

Márcia Campos, Secretária Adjunta da Mulher do PCdoB também participou do evento e destacou que a conferência “vai abalar as estruturas do Brasil, porque vai abalar as estruturas do PCdoB, vai mudar a concepção do conjunto da direção partidária que já tem demonstrado isso em cada conferência. E, os homens desse partido, vão trabalhar, atuar e investir para que as mulheres desse partido sejam guerreiras, dirigentes, sejam eleitas, tenham capacidade de ganhar o mesmo salário de um homem e não saiam morrendo por violência do jeito que acontece hoje”.

Para Ângela Albino, integrante do Fórum Nacional Permanente de Mulheres do PCdoB, “a organização das mulheres, a luta pela emancipação da mulher é a luta de todo o partido e de cada militante, homem ou mulher. É uma luta que deve ser travada diariamente no local de estudo, trabalho e moradia”, defendeu.

Carlos Diógenes “Patinhas”, Coordenador do Departamento Nacional de Quadros do PCdoB salientou que “a emancipação da nossa sociedade passa pela emancipação das mulheres, mas só teremos a emancipação das mulheres quando tivermos a construção de uma nova sociedade, onde não haja a exploração do homem pelo homem, onde não haja a submissão da mulher”.

Participaram do evento: Márcia Campos, Secretária Adjunta da Mulher do PCdoB; Carlos Diógenes “Patinhas”, Coordenador do Departamento Nacional de Quadros do PCdoB, Ângela Albino, integrante do Fórum Nacional Permanente de Mulheres do PCdoB; o vereador reeleito pelo PCdoB, Professor Bittencourt; as vereadoras eleitas pelo partido em Nossa Senhora do Socorro, Conceição da Millenium e Fernanda Estevez; Adeniton Santana e Ivânia Pereira, representantes da Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, além dos militantes, demais membros do partido e o público em geral.

A Conferência Estadual de Emancipação das Mulheres será realizada no dia 06 de março, de forma virtual, a partir das 15h.

Por Ascom PCdoB

  Editoria: