Oposição esfacelada

janeiro 08 07:41 2019 Imprimir Conteúdo

Nunca na história de Sergipe a oposição esteve tão enfraquecida quanto agora. Após a fragorosa derrota nas últimas eleições, os principais líderes oposicionistas não conseguem impedir a debandada para o lado governista. Surrado nas urnas, o PRB do pastor Heleno Silva voltou a ser governo e deputados eleitos pela oposição também pularam a cerca. Ontem, o ainda deputado federal André Moura (PSC) deixou claro que não será fácil juntar os cacos da oposição. Segundo ele, é inviável conversar com o senador Antônio Carlos Valadares: “Ele não tem palavra e o filho não tem personalidade”, fustigou. Por sua vez, o senador Eduardo Amorim (PSC) pensa em se dedicar à Medicina tão logo conclua o mandato, no próximo mês. Resumindo: se depender de André, Valadares, Amorim e outros menos votados, a oposição continuará esfacelada por um bom tempo.

Chamou na chincha

Foi preciso o governador Belivaldo Chagas (PSD) chamar o feito à ordem para a Prefeitura de Aracaju resolver a crise da saúde. Os aracajuanos ficaram desassistidos durante uma semana. Como a paralisação dos médicos do município superlotou o Hospital de Urgência de Sergipe, Belivaldo exigiu uma solução imediata ao prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB). Bastou isso, para a Prefeitura contratar, de forma emergencial, uma empresa para substituir os médicos grevistas. Melhor assim!

Boquinha

Candidato derrotado à Câmara Federal, o advogado Alexandre Figueiredo (MDB) será secretário estadual de Transparência e Controle, antiga Controladoria Geral. A escolha do rapaz foi anunciada nas redes sociais pelo governador Belivaldo Chagas (PSD). Alexandre vem a ser filho do ex-secretário de governo Benedito Figueiredo (MDB).

Nome novo

Localizado na zona norte de Aracaju, o bairro Pau Ferro agora se chama Dom Luciano Duarte, numa homenagem ao recém-falecido arcebispo da capital. A lei alterando o nome da localidade é de autoria do vereador Elber Batalha Filho (PSB). Defensor da mudança, padre Marcelo jura que os jovens não gostavam do nome Pau Ferro. Segundo o reverendo, “muitos diziam que moravam no vizinho bairro Santos Dumont, pois Pau Ferro era sempre visto de maneira deturpada”. Cruzes!

Retrato na parede

E o governador Belivaldo Chagas (PSD) promete espalhar fotografias do presidente Jair Bolsonaro (PSL) por todas as repartições públicas. A promessa foi feita, após Chagas ser informado que Bolsonaro teria reclamado que os governadores nordestinos não queriam expor a sua foto oficial: “Desde que o presidente ajude Sergipe, vou mandar colocar a foto dele em todos os órgãos públicos”. Marminino!

Quem pode, pode

Ganha uma mariola quem souber quantos conselheiros existem nas estatais e autarquias de Sergipe e qual o custo deles para os cofres públicos. À boca miúda, comenta-se que alguns apadrinhados participam de dois, três, até seis conselhos consultivos, comparecem a apenas uma reunião mensal e embolsam uma grana razoável. Enquanto essa turma faz a festa, lambuzando-se com o dinheiro público, o servidor estadual passa fome. Cruz credo!

Virou patrimônio

A festa do Padroeiro Sagrado Coração de Jesus, de Ribeirópolis, agora é Patrimônio Histórico, Cultural e Religioso de Sergipe. Trata-se de uma celebração que reúne milhares de católicos e estimula o turismo religioso na região. Sancionada pelo governador Belivaldo Chagas (PSD), a lei reconhecendo a festa como patrimônio é fruto de projeto do deputado estadual Georgeo Passos (PPS). Legal!

Lembra dele?

Lembra do ex-secretário da Saúde de Sergipe, Silvani Alves Pereira? Pois ele acaba de ser escolhido pelo governador João Dória (PSDB) para presidir o Metrô de São Paulo. Antes deste cargo, Silvani foi secretário-executivo do Ministério das Cidades do governo Temer (MDB). Réu em uma ação de improbidade, o novo presidente do Metrô paulista ocupou a Secretaria da Saúde de Sergipe em 2006, no governo de João Alves Filho (DEM).

Troca de postos

A jornalista Tirzah Braga é a nova secretária de Comunicação da Prefeitura de Aracaju. Ela foi nomeada interinamente para substituir o titular Luciano Correia, que está em gozo de merecidas férias. “A escolha de Tirzah é o reconhecimento pelo trabalho, liderança, dedicação e lealdade dela à gestão”, afirmou o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB). É vero!

Desconfiados

Dois em cada 10 brasileiros vítimas de crimes e ofensas, como agressões, discriminação e furtos, procuraram a Polícia para registrar a ocorrência. Pesquisa do Ministério da Justiça revela que aproximadamente 80% dos entrevistados confiam pouco ou não confiam nas Polícias Militar e Civil. Segundo o estudo, os casos em que as vítimas procuram menos a Polícia são discriminação (2,1%), ofensa sexual (7,5%), fraudes (11,6%) e agressões (17,2%). Aff Maria!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Folha da Manhã, em 27 de agosto de 1939.

Resumo dos Jornais

  Editoria: