Ação conjunta prende 9 investigados e um morre em operação contra roubos em Itabaiana

junho 07 06:26 2022

Foi deflagrada, na manhã desta terça-feira (07), a Operação Alavantú. A ação policial tem como objetivo combater os crimes de roubo com uso de arma de fogo na cidade de Itabaiana. A operação foi formatada pela Divisão de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri) de Itabaiana e pelo 3º Batalhão da Polícia Militar (3º BPM). Até o momento, foram cumpridos sete mandados de prisão – sendo seis por roubo e um por homicídio – e foram feitas duas prisões em flagrante. O investigado Luciano Junio de Jesus Santos, 20, com mandado de prisão em aberto por roubo e suspeito de latrocínio, morreu em confronto com as equipes policiais. Drogas, armas de fogo, celulares e munições foram apreendidas.

Segundo o delegado Rafael Kaufer, a operação foi batizada com o termo Alavantú, que é utilizado nos festejos juninos, por ter o significado de “para frente” em alusão à necessidade de enfrentamento e combate à criminalidade na cidade serrana. “A data foi estrategicamente escolhida tendo em vista a proximidade com a Festa dos Caminhoneiros para coibir a prática de crimes patrimoniais”, acrescentou.

De acordo com o comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Sidney Barbosa, os investigados já passaram pelo sistema prisional e já utilizaram arma de fogo para o cometimento de crimes. “Estamos cumprindo mandados de prisão e de busca e apreensão com o objetivo de retirar de circulação indivíduos que vem cometendo crimes contra o patrimônio em Itabaiana”, ressaltou.

Além das equipes da Depatri de Itabaiana e do 3º BPM, participam da operação a Delegacia Regional de Itabaiana, Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Copci), Companhia Independente de Operações Policiais em Área de Caatinga (Ciopac), Grupamento Tático Aéreo (GTA), e delegacias de Campo do Brito, Propriá, Malhador, Ribeirópolis, Cristinápolis, Lagarto e Poço Verde.

Com informações e foto SSP

  Editoria: