“O TCE suspendeu um direito legítimo dos militares da reserva”, afirma Samuel

“O TCE suspendeu um direito legítimo dos militares da reserva”, afirma Samuel
abril 28 06:29 2019 Imprimir Conteúdo

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) determina que governo do estado não pague o subsídio aos PMs e BMs reformados e o deputado estadual Capitão Samuel (PSC) se coloca totalmente contrário a decisão do órgão. Mesmo em viagem para Brasilia- DF, onde luta pela previdência da categoria, o parlamentar promete fazer pronunciamento na Alese para reverter a decisão do TCE.

A lei já estava aprovada e garantida pela Assembleia Legislativa, onde seria aplicada a partir do primeiro dia do mês de maio do corrente ano.

Segundo o Capitão Samuel a decisão é inaceitável. “Fomos pegos de surpresa com a determinação do TCE. Briguei muito, ao lado da categoria, pela aprovação da Lei e o tribunal retira um direito legítimo dos militares da Reserva. Mesmo estando aqui em BSB já comecei a luta na tentativa reverter a situação e farei um pronunciamento sobre o caso na segunda-feira” afirma.

Da assessoria

 

  Editoria: