O pulo do gato

outubro 10 07:59 2018 Imprimir Conteúdo

O que teria causado a repentina dianteira do governador Belivaldo Chagas (PSD) na reta final do 1º turno? Explicações não faltam, porém uma merece considerações: O “Galeguinho” conseguiu descolar sua administração de apenas cinco meses, dos pouco mais de três anos do governo de Jackson Barreto (MDB), de quem ele era vice. Missão nada fácil quando um dos candidatos a senador da coligação governista era justamente o aliado e amigo JB. Este pulo do gato permitiu a Belivaldo matar dois coelhos com uma só cajadada: escudar-se da saraivada de críticas contra o governo de Jackson e ganhar a confiança do eleitorado. A maioria dos sergipanos que votou em Chagas deve ter indagado: Ora, se em tão pouco tempo o governador mudou pra melhor a administração estadual, por que não elegê-lo, para que ele possa colocar em prática as propostas de campanha? Agora no 2º turno, Belivaldo deve manter o discurso de administrador sério, simples e competente. Restará ao candidato Valadares Filho (PSB) tentar minar este consolidado argumento o que, convenhamos, será uma missão pra lá de difícil, principalmente pelo pouco tempo de campanha.

Culpa das pesquisas

Derrotado no 1º turno na disputa pelo governo de Sergipe, o senador Eduardo Amorim (PSDB) não deve ficar em cima do muro nesta reta final da campanha. O tucano pretende se reunir com os aliados para definir o rumo da oposição agora no 2º turno. O senador culpa as pesquisas por sua derrocada nas urnas. Entrevistado pelo site Faxaju, Amorim disse que “se não fosse as pesquisas, o resultado seria bem diferente”. Então, tá!

Com Bolsonaro

O deputado federal André Moura (PSC), derrotado na disputa para o Senado, vai apoiar o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). Isso não significa dizer que ele sairá pelo estado pedindo votos para o capitão. Moura pretende permanecer a maior parte do tempo em Brasília, só vindo a Sergipe para votar no 2º turno. Apesar de abalado com a inesperada derrota, André não esconde uma satisfação pessoal: “Tive mais votos do que o senador Valadares, o ex-governador Jackson Barreto e fiquei em terceiro lugar”. Marminino!

Grana na mão

O governo de Sergipe antecipou de sexta-feira para amanhã, o pagamento do restante da folha salarial de setembro. Recebem nesta quinta os 30% dos servidores que ganham mais de R$ 3 mil. Também amanhã, será depositada mais uma parcela do 13º salário, anteriormente prevista para ser paga somente na próxima segunda-feira. Melhor assim!

País nos trilhos

E o vice-presidente nacional do PT, Márcio Macedo, já se engajou na campanha do presidenciável Fernando Haddad (PT). Ontem, ele participou, em São Paulo, da reunião do partido para definir os rumos da campanha petista agora no 2º turno. Apesar de ter sido derrotado na disputa para a Câmara Federal, Márcio não esconde a disposição de trabalhar pela eleição de Haddad, “a melhor opção para recolocar o Brasil nos trilhos”. Aff Maria!

Apelo à reação

O candidato a governador Valadares Filho (PSB) está apostando nas redes sociais para vencer as eleições neste 2º turno. Com o slogan “Reaja Sergipe!”, o pessebista já começou a conclamar o eleitorado para “fazer daqui da nossa terra um lugar digno”. Vavazinho ainda não anunciou qual posição adotará sobre a disputa presidencial neste segundo turno. Aguardemos, portanto!

PSB com Haddad

E a direção nacional do PSB decidiu apoiar o petista Fernando Haddad no 2º turno das eleições presidenciais. O partido liberou deste apoio apenas os governadores de São Paulo, Márcio França, e do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, que tentam reeleição em estados onde o antipetismo é bastante acentuado. Ainda segundo a decisão da executiva, em Sergipe e no Amapá, onde o PSB também disputa o 2º turno, o apoio será a Haddad. Com a palavra os Valadares!

Posse concorrida

O deputado federal reeleito Laércio Oliveira (PP) reassumiu, ontem, a presidência da Federação do Comércio de Sergipe. Ele permanecerá à frente da entidade até 2022, período em que pretende trabalhar para ampliar em Sergipe as ações dos Sesc e Senac. Nem precisa dizer que a solenidade de posse foi super prestigiada por empresários, colaboradores da Fecomércio e amigos de Laércio. Bola branquíssima!

Fumaça zero

Após ser empossado como vereador de Aracaju, a primeira iniciativa de Cabo Didi (Rede) vai ser ampliar o seu projeto “Fumaça Zero Drogas Jamais”. A partir de janeiro de 2019, ele substituirá na Câmara a vereadora Kitty Lima (Rede), eleita deputada estadual. O “Fumaça Zero Drogas Jamais” utiliza o esporte como arma contra as drogas e a marginalidade, além de realizar a inclusão social de jovens e crianças da periferia de Aracaju. Legal!

Os deserdados

A partir do próximo ano, 14 legendas perderão a fatia do fundo partidário porque não elegeram ao menos nove deputados federais em nove estados ou não conquistaram nas urnas o mínimo de 1,5% dos votos válidos. Estão nessa situação os partidos Rede, Patriota, PHS, DC, PCdoB, PCB, PCO, PMB, PMN, PPL, PRP, PRTB, PSTU, PTC. Além da grana, eles também perderão o tempo gratuito de rádio e TV, fundamental para a divulgação dos programas partidários. Misericórdia!

Recorte de jornal

Publicado na Gazeta de Sergipe, em 30 de abril de 1975.

Resumo dos Jornais

  Editoria: