O dia D de Belivaldo

julho 24 08:46 2018 Imprimir Conteúdo

Esta terça-feira tem um significado especial para o pré-candidato à reeleição Belivaldo Chagas (PSD): ele deve ouvir oficialmente da vice-prefeita de Aracaju, Eliane Aquino (PT), que aceita ser sua parceira de chapa na disputa pelo governo de Sergipe. A maioria dos governistas apoia a escolha da viúva do saudoso governador Marcelo Déda, principalmente porque, na eleição de 2016, ela já provou ser um nome leve junto ao eleitorado. Considere-se ainda que o bom relacionamento da petista com o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) se encaixa como uma luva na máxima do saudoso vice-presidente da República José Alencar: “Vice não manda nada e deve evitar atrapalhar”. Quem não está gostando disso é a oposição que, diferente de Belivaldo, bate cabeça à procura de pré-candidatos a vices para Eduardo Amorim (PSDB) e Valadares Filho (PSB).

Cadê o dinheiro?

O pré-candidato a senador Henri Clay Andrade (PPL) quer saber onde estão os milhões em verbas federais que o deputado André Moura (PSC) diz ter liberado para Sergipe. Esta será uma das muitas indagações que André, também pré-candidato ao Senado, precisará responder durante a campanha eleitoral. Haja lábia!

Despejo prorrogado

O governo de Sergipe tem 15 dias para pagar o aluguel atrasado do imóvel onde funciona a Secretaria da Saúde. O prazo foi dado pela Justiça, ao analisar pedido de despejo formulado pelo dono do prédio. O problema do governo é arranjar o dinheiro para honrar o compromisso. Caso não consiga, a Secretaria será despejada e o contribuinte verá ir pelo ralo os R$ 10 milhões gastos na reforma de um imóvel particular. Misericórdia!

Vavá nega

O PSB do senador Valadares não se reuniu com o PPS de Clóvis Silveira para tratar sobre aliança política. Pelo menos é o que garante Vavá. Segundo ele, jamais ouve qualquer reunião entre os dois partidos para discutir apoio a deputados federais e nomes para compor a chapa majoritária do PSB. Portanto, a informação do tal encontro propagada nas redes sociais não passou de fake News. Virgem Santa!

Festa na periferia

O PSOL faz festa hoje em Aracaju para lançar a pré-candidatura a Senado da professora Sônia Meire. No evento, marcado para a boquinha da noite no bairro América, também ocorrerá o lançamento coletivo de algumas das pré-candidaturas proporcionais do partido. Sônia lembra que o PSOL luta contra o golpe parlamentar que levou o presidente Michel Temer ao poder para tirar direitos dos trabalhadores. Muito bem!

Mistureba

Quando Dom Pedro Segundo

Governava a Palestina

E Dona Leopoldina

Devia a Deus e o mundo

O poeta Zé Raimundo

Começou castrar jumento

Teve um dia um pensamento:

“Tudo aquilo era boato”

Oito noves fora quatro

Diz o Novo Testamento!

 Os versos acima são do repentista Zé Limeira, o poeta do absurdo.

Morde e assopra

De passagem por Aracaju, a presidenciável Manuela D’Ávila (PCdoB) meteu o pau no ainda presidente Michel Temer (MDB). “Este é um governo morto, desencarnando, como falam os espíritas”, disparou. Ao mesmo tempo, a comunista elogiou o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) por recorrer a Temer em busca de recursos federais: “Se ele não fizesse isso estaria cometendo um crime contra o povo”. Ah, bom!

Fantasmas assustam

Pré-candidato a deputado federal, José Carlos Machado (PSDB) terá dificuldade para limpar a própria imagem. Segundo denúncias, enquanto vice-prefeito de Aracaju o tucano manteve servidores fantasmas no gabinete. A pedido dele, inclusive, a Prefeitura teria contratado um senhor com 92 anos, portador do Mal de Alzheimer. Justo Machadão, para quem os auxiliares do ex-prefeito João Alves Filho (DEM) só queriam roubar os cofres públicos. Crendeuspai!

A casa caiu

A Polícia amanheceu, nesta terça-feira, batendo nas portas de muita gente graúda visando cumprir 10 mandados de busca e apreensão. O objetivo da operação policial é coletar provas sobre possíveis desvios de recursos destinados ao Hospital de Cirurgia, em Aracaju. Além da capital, a Polícia agiu em Nossa Senhora das Dores. Homem, vôte!

Uso da máquina

O pré-candidato a governador Mendonça Prado (DEM) denuncia o uso eleitoreiro da máquina governamental. Segundo ele, o governo de Sergipe diz não dispor de recursos para saúde, segurança e educação, porem está gastando uma fortuna para asfaltar cidades já pavimentadas. Mendoncinha jura que o objetivo do governo é iludir a população “com uma ação dissimulada visando conquistar votos”. Marminino!

“Jóia” da moda

De uma cidadã revoltada, num supermercado de Aracaju: “Triste de um país onde a tornozeleira eletrônica virou artigo de moda entre os criminosos do colarinho branco”. É vero!

Recorte de jornal

Publicado no jornal Correio de Aracaju, em 13 de dezembro de 1908.

Resumo dos Jornais

  Editoria: