Nova composição da AL se move para novo comando

Nova composição da AL se move para novo comando
outubro 11 08:35 2018 Imprimir Conteúdo

 

Com 50% de renovação nas cadeiras do parlamento estadual após o primeiro turno da eleição, a Mesa Diretora já é assunto dentro e fora da Assembleia, principalmente, pelo fato do atual presidente Luciano Bispo ter sido reeleito, e desejar se manter no lugar onde se encontra.

A presidência da Casa está com Bispo desde o início desta legislatura que encerra com a posse dos deputados em janeiro de 2019. Ele foi candidato do ex-governador Jackson Barreto, que também lhe garantiu a reeleição dentro de uma composição pacífica entre os aliados de então, além da oposição que não causou qualquer problema nos dois processos de eleição para escolha da direção da Mesa.

Embora ainda não esteja conclusa a eleição do governo do estado, deputados já se movimentam para um novo comando do legislativo, com uma justificativa de que o atual presidente não pode ser “ad eternum”, mantendo-se por duas legislaturas na direção da Casa, ainda mais quando se tem uma renovação da metade de seus membros.

Sem qualquer exposição ainda, Luciano trabalha sua permanência de forma silenciosa, o mesmo acontecendo com outros parlamentares que têm o mesmo objetivo, e não admitem essa longevidade de Bispo na cadeira de presidente, quando se tem outros nomes capazes de conduzir o legislativo sergipano.

Jeferson Andrade, Zezinho Guimarães e Garibalde Mendonça são nomes que já circulam no meio das conversas quando tratam de sucessão da Assembleia Legislativa. Além de Luciano, todos fazem parte do grupo liderado pelo atual governador e candidato a reeleição Belivaldo Chagas, o que configura uma batalha interna a ser resolvida, somada ao convencimento do que for melhor para os novos deputados que votarão para nova Mesa assim que tomarem posse.

  Editoria: