Nota do Movimento Unificado da Saúde de Aracaju informa suspensão da greve

Nota do Movimento Unificado da Saúde de Aracaju informa suspensão da greve
maio 03 10:06 2022

 

Os trabalhadores da Saúde de Aracaju suspenderam o movimento grevista que se iniciaria hoje, com retorno às atividades no dia de amanhã, 03 de maio de 2022, e que seguiram todos os trâmites legais e respeitosos no tocante a condução do movimento que se iniciou em fevereiro/2022, com assembleias e paralisações pontuais.

As reivindicações do movimento foram tentar uma recomposição das perdas salariais de 37.48%, já que durante todo o período do primeiro governo do prefeito Edvaldo Nogueira (2017-2020) e em 2021 não houve nenhum reajuste e também lutávamos por um reajuste diferenciado, em virtude da dedicação plena dos trabalhadores da saúde diante da COVID-19, trabalhando de forma presencial, lado a lado do doente, buscando salvar vidas, mesmo sabendo dos riscos de se infectar e trazer para nossas próprias famílias. Estes foram os pilares deste movimento de 2022.

Graças a participação ativa dos trabalhadores nas assembleias e paralisações, obtivemos um êxito no movimento com um reajuste diferenciado tanto para os ativos, quanto para os aposentados e pensionistas da saúde de Aracaju. Já sobre o percentual de reajuste obtendo 5% retroativo a abril e 5% em outubro que totaliza no ano um reajuste de 10,25%, não foi o percentual reivindicado, mantendo ainda enormes perdas acumuladas(27,23%) que serão ampliadas com a nova inflação do ano corrente de 2022. Porém diante da nossa responsabilidade com a saúde da população na qual sempre terá nosso foco durante as decisões de assembleias na busca do equilíbrio entre as nossas mobilizações de paralisações ou greves, foi que os trabalhadores decidiram suspender o movimento grevista, evitando causar desassistências já tão existentes no dia a dia do SUS de Aracaju devido a questões estruturais e não dos trabalhadores.

Não podemos deixar de protestar contra a atitude infeliz e desrespeitosa para com os trabalhadores, na qual o prefeito Edvaldo Nogueira convocou uma coletiva de imprensa no dia 29 de abril de 2022 para anunciar a proposta de reajuste dos servidores às 11h e as reuniões com os sindicatos para ser dito aos trabalhadores seria às 14h, sem a presença do prefeito. E para piorar, foi impedido o acesso dos sindicatos na coletiva, até mesmo dos jornalistas(imprensa) dos sindicatos. Ficando para os sindicatos e trabalhadores, a única possibilidade de saberem antes das 14h, se acompanhasse a live pelo instagram do prefeito ou pela imprensa em momento posterior. Isso foi um total desrespeito, que todos os sindicatos expuseram na reunião das 14h com os secretários da Seplog Augusto Fabio, de governo Evandro e da saúde Waneska Barbosa. Os trabalhadores esperam que tal atitude não se repita por parte do prefeito Edvaldo Nogueira.

POR FIM, PARABÉNS AO TRABALHADORES DA SAÚDE QUE MOSTRARAM UM GRANDE PODER DE MOBILIZAÇÃO E PARTICIPAÇÃO!

Subscrevem esta nota:

▪︎Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Sergipe – SEESE

▪︎Sindicato de Nutricionistas e Técnicos em Nutrição do Estado de Sergipe –

SINDINUTRISE

▪︎Sindicato dos Técnicos e Auxiliares de Enfermagem do Município de Aracaju – SINTAMA

▪︎Sindicato dos Cirurgiões-Dentistas de Sergipe – SINODONTO

▪︎Sindicato dos Agentes de Saúde e Endemias do Município de Aracaju – SACEMA

▪︎Sindicato dos Trabalhadores Fisioterapeutas de Aracaju – SINTRAFA

▪︎Sindicato dos Farmacêuticos do Estado de Sergipe – SINDIFARMA

▪︎Sindicato dos Assistentes Sociais do Estado de Sergipe – SINDASSE

▪︎Sindicato dos Psicólogos de Sergipe – SINPSI

▪︎Sindicato dos Médicos do Estado de Sergipe – SINDIMED

Aracaju – Sergipe – 02/05/2022

Foto assessoria

Por Iracema  Corso

  Editoria: