Natal sem festa

Natal sem festa
dezembro 24 07:38 2019 Imprimir Conteúdo

O servidor estadual vai terminar mais um ano sem nada para comemorar. Sem ter tido direito a um único centavo de reajuste em 2019, a categoria passará um Natal magérrimo, além de não ter disposição para festejar a chegada do Ano Novo. Achando pouco as perversidades feitas contra quem toca a máquina pública, o governo de Sergipe ainda empurrou goela abaixo do funcionalismo uma famigerada reforma da Previdência. Portanto, 2019 não deixará saudades a quem sofreu com atraso de salários e passou os primeiros seis meses do ano pagando um empréstimo bancário feito a título de décimo terceiro. Para comprar algumas lembranças e a magra ceia natalina, o coitado do servidor terá que recorrer novamente ao banco, pois faltaram recursos para o Executivo pagar o décimo terceiro deste ano. Certamente, os bem pagos burocratas encastelados no governo terão mesas bem servidas neste Natal e se fartarão sem remorsos, pois acham que os coitados dos servidores e seus familiares vivem de brisa. Desconjuro!

Sob nova direção

Desde ontem, o pequeno São Francisco está sob nova direção. Eleita no último dia 1º com 1.844 dos votos, a professora aposentada Alba de Ailton (MDB) tomou posse como a nova prefeita daquele município sergipano. A emedebista substituiu Altair Nascimento (PSB), cassada porque, durante a campanha eleitoral de 2016, prometeu empregos em troca de votos. Homem, vôte!

Grana na mão

Finalmente, o Ministério do Desenvolvimento Regional liberou os R$ 2 milhões necessários para a reconstrução da ponte ligando Divina Pastora a Santa Rosa de Lima. A cabeceira daquela ponte desabou durante as fortes chuvas caídas em Sergipe no último mês de julho. O Ministério informou ao senador Alessandro Vieira (Cidadania) que a grana será transferida diretamente para o DER. Já era sem tempo. Marminino!

Poxim agonizando

O Rio Poxim, responsável pelo abastecimento de parte de Aracaju, está agonizando. É preciso que o governo de Sergipe garanta políticas públicas de recuperação daquele importante corpo d’água, que está gravemente poluído. Na nascente o desmatamento é grande e nas margens há lixo por todos os lados. Uma lástima!

Seis por meia dúzia

E o governo de Sergipe já pode fazer um empréstimo de R$ 750 milhões. Por unanimidade, a Assembleia autorizou a transação bancária, que permitirá ao estado pagar uma dívida no mesmo valor. A ideia do Executivo é fazer um empréstimo com juros menores dos que paga atualmente, visando reduzir o peso da dívida estadual. Essa operação de crédito lembra aquele sujeito endividado que vive fazendo empréstimo a uns agiotas para pagar a outros. Misericórdia!

Nas ondas do rádio

E o Zé Povinho anda espalhando por aí que o ex-prefeito de Capela, Manoel Sukita (PTB), está arrendando uma rádio FM em Aracaju. O fofoqueiro não revela o nome da emissora, porém jura que um político e empresário bem cacifado deu total Liberdade a Sukita para fechar o negócio. Aliás, o ex-prefeito já estaria até sondando radialistas interessados em tocar a programação, quase toda direcionada à campanha eleitoral de 2020. Vixe!

JB Noel

Como faz todos os anos, o ex-governador Jackson Barreto (MDB) distribuiu 600 cestas de alimentos com os moradores do bairro Bomfim, nome da antiga lixeira da Solenidade, em Aracaju. JB se disse satisfeito em poder “compartilhar um pouco daquilo que temos, para ver o seu próximo feliz”. A doação de cestas básicas àquela comunidade é repetida por Jackson há exatos 15 anos. Ah, bom!

Aeroporto é a saída

Dita em tom de brincadeira, a afirmação “o melhor hospital de Sergipe é passagem de avião para São Paulo” tem sido seguida ao pé da letra por quem possui condições financeiras. A constância como nossas autoridades descartam os hospitais particulares de Aracaju comprova a falta de confiança delas nestas unidades. Quanto à rede pública de saúde, nem é bom falar, pois só recorre a ela o infeliz sem qualquer outra alternativa de tratamento. Só Jesus na causa!

Encantos da burguesia

Não foi por medo do vereador de Itabaiana Vardo da Lotérica (PTB), que o deputado estadual Rodrigo Valadares (PTB) faltou às últimas sessões da Assembleia. Tudo bem que o petebista se disse ameaçado de morte pelo colega de partido, porém o motivo das ausências ao trabalho é outro: segundo um bem informado comunicador, Rodrigo avionou com a esposa para passar o Natal em Londres. Quem pode, pode!

Bico seco

Segundo o Instituto “Galináceos de Pesquisa”, a crise econômica é tamanha que, mesmo conhecendo a necessidade etílica dos condenados, a grande maioria dos sergipanos não embriaga mais o peru caipira antes de abatê-lo para a ceia natalina. Crueldade!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Correio de Aracaju, em 29 de dezembro de 1907.

  Editoria: