Município de Itabaiana cumpre 82% da cota de aprendizagem profissional

Município de Itabaiana cumpre 82% da cota de aprendizagem profissional
maio 04 16:06 2022

 

Os dados sobre aprendizagem profissional foram apresentados pela auditoria-fiscal do Trabalho durante a audiência pública “Aprendizagem Profissional no Brasil e em Sergipe – Avanços, Dificuldades e Desafios”, promovida pelo Ministério Público do Trabalho em Sergipe (MPT-SE) e pelo Ministério Público de Sergipe (MP-SE). O evento foi realizado no município de Itabaiana e contou com a presença de representantes de diferentes instituições.

De acordo com o auditor-fiscal do Trabalho, Ricardo Severo, os dados são positivos, mas podem melhorar com a oferta de treinamentos para aprendizes. “Especificamente em Itabaiana nós estamos com um percentual de aproximadamente 82% (de aprendizagem profissional), um percentual bom para a média nacional. Estes são dados de março de 2022, então, tirando os contratempos, estamos com um aspecto excelente, a nível municipal”, explica.

O procurador do Trabalho, Raymundo Ribeiro, também transmitiu uma mensagem de otimismo em relação à aprendizagem profissional no município. Ele destacou que após realização de audiências e seminários sobre trabalho infantil percebeu que houve um avanço na aprendizagem, mas que a cota podia melhorar. “Não podemos esquecer que o foco da audiência pública é a erradicação do trabalho infantil e a aprendizagem é um dos caminhos. Seria muito benéfico para o próprio município se os empresários itabaianenses entendessem a importância da aprendizagem, bem como se o Município de Itabaiana contratasse mais aprendizes para atuarem na administração pública”, alertou Raymundo Ribeiro.

Para o coordenador de Articulação Institucional da Fundação Renascer, Eudes Bomfim, a formação profissional significa para o adolescente um indicador positivo na consolidação dos projetos de vida deles, do senso de responsabilidade consigo e com o próximo, além de maior rendimento escolar e fortalecimento de vínculos familiares e comunitários.

O coordenador da Fundação Renascer pode falar com propriedade sobre os benefícios da aprendizagem profissional, ele trabalhou como aprendiz, a partir dos 16 anos, na Universidade Federal de Sergipe e hoje é servidor público concursado e tem doutorado em Hidrogeologia e Meio Ambiente pela UnB/Universidade Montpellier-França. Eudes garante que a experiência como aprendiz foi extremamente importante para estimular a busca por um futuro melhor. Ele afirma: “É perceptível o ganho que a socio educação, associada à aprendizagem profissional, pode oferecer para os adolescentes”.

A audiência pública sobre aprendizagem é resultado de acordo entre o MPT-SE e o Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação do Estado de Sergipe (Seac-SE) e tem como intuito levar a discussão sobre aprendizagem profissional para a sociedade de Itabaiana.

Foto assessoria

Por Ana Alves

  Editoria: