Mulher de militar pede que parem de postar no grupos que ele morreu

Mulher de militar pede que parem de postar no grupos que ele morreu
abril 12 08:54 2019 Imprimir Conteúdo

 

A esposa do sargento RR Marcos Henrique Santos, Cícera Karina, pede que as pessoas parem de postar nos grupos de whatsapp, sobre a sua morte, “já que Marquinho, embora esteja em estado grave, continua vivo e sendo atendido em um hospital”.

Ela explica que desde o inicio da manhã que vários grupos de whatsapp estão divulgando a sua morte, Cicera conta que Marcos Santos está internado em uma ala do Ipeês no hospital de Cirurgia e seu estado de saúde é extremamente grave e ele encontra-se sedado, porém segundo ela, aparentemente tranquilo por conta da morfina que estaria sendo injetado em seu corpo.

Marquinho é do Conselho Fiscal da Associação dos Militares do Estado de Sergipe (Amese).

As informações sobre o estado de saúde do militar foi passada pela esposa de Marquinho ao sargento RR Vieira que diz lamentar o que está acontecendo e que “em vez de ficarem postando nos grupos que ele morreu, vamos orar para minimizar o seu sofrimento e entregar nas mãos de Deus”, disse Vieira.

  Editoria: