MPSE e MPT destinam cerca de 1.543 cestas básicas a instituições

abril 19 11:54 2022

O Ministério Público de Sergipe, através do Centro de Apoio Operacional da Infância e Adolescência (CAOpIA), já doou esse ano cerca de 1.543 cestas básicas a instituições, através do Projeto Participação Solidária. A ação tem o apoio do Ministério Público do Trabalho em Sergipe (MPT/SE) que, por meio do Termo de Cooperação Técnica e Institucional, destinou valores decorrentes do pagamento de multas trabalhistas no montante de R$ 90. 743,39.

A Associação dos Voluntários a Serviço da Oncologia em Sergipe (Avosos), o Grupo de Apoio à Criança com Câncer de Sergipe (GACC), a Associação dos Amigos da Oncologia de Sergipe (AMO), o Lar de Zizi, a Central Única das Favelas de Sergipe (Cufa) e a Associação de Mulheres Trabalhadores em Reciclagem (Mater) foram beneficiadas com as doações.

Criado pelo CAOp da Infância e Adolescência e formalizado em 2020, o Projeto Participação Solidária tem como objetivo fomentar a participação da sociedade, comunidade, empresas e pessoas em geral, através de ações, parcerias e destinações de recursos. O projeto tem a finalidade de garantir a dignidade de crianças e adolescentes que estiverem em situação de vulnerabilidade social.

“O Projeto Participação Solidária agrega diversas ações, sendo elas uma constante e sempre visando promover ajuda digna em prol de pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social oriunda ou agravada pela pandemia da Covid-19”, destacou a Promotora de Justiça e Diretora do CAOpIA, Talita Cunegundes.

> Doações

Em 2021, o Projeto Participação Solidária destinou cerca de 1.051 cestas básicas nos meses de outubro, novembro e dezembro a entidades e famílias em situação de vulnerabilidade social. Além dos alimentos, também foram doados 282 kits de material de higiene.

As doações beneficiaram as entidades/projetos Oratório de Bebé, Paróquia São José, Projeto Estrelas do Mar, Grupo de Apoio à Criança com Câncer (GACC), Casa do Pequenino e o Projeto “A Escola vai ao Batalhão”, Associação do Menino Jesus (Asmeje), Instituição Beneficente Emannuel (IBEM), Lar de Zizi, Externato São Francisco, e famílias que residem no Município de Porto da Folha.

Ainda no mês de dezembro foram adquiridas 624 cestas básicas, distribuídas para as entidades/projetos Mater (Recriarte), Lar Infantil Cristo Redentor, Casa Maternal Amélia Leite e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) Aracaju.

Com informações e fotos do CAOpIA

Ministério Público de Sergipe

  Editoria: