Mitidieri e a força da máquina

Mitidieri e a força da máquina
março 31 08:19 2022

Por Adiberto de Souza *

O pré-candidato ao governo Fábio Mitidieri (PSD) leva uma aparente vantagem sobre seus adversários por contar com a força da máquina pública. Mesmo que o governador Belivaldo Chagas (PSD) não use a caneta e o Diário Oficial para beneficiar o pessedista, coisa que certamente não o fará, Mitidieri se beneficia da boa gestão do aliado. Não há como impedir que isso aconteça. Mas a força da máquina também alcança negativamente Mitidieri, na medida em que ações do governo contrariam a população. A reação dos policiais contra o último reajuste salarial do funcionalismo, por exemplo, respinga negativamente em Fábio. Na hora certa, a oposição atacará o governo pelo que considera um aumento irrisório, ampliando a crítica ao pré-candidato, que apoia a atual política salarial do Executivo. O pré-candidato também terá dificuldades para prometer melhorias na segurança, na educação e na saúde, pois se errar na dose ataca o seu principal aliado. Como se vê, a força da máquina pública tanto ajuda o candidato governista, quanto dificulta na construção de um discurso que renegue as ações antipáticas de quem está no governo. Marminino!

Golpe nunca mais

O Brasil recorda com tristeza o golpe militar de 31 de março de 1964. Há 58 anos, as Forças Armadas colocaram o país num tenebroso e longo período de escuridão. Durante mais de duas décadas, brasileiros foram presos, torturados e mortos nos porões da ditadura. O triste aniversário do 31 de março de 64 serve para lembrar aos grandes e pequenos ditadores escondidos nos desvãos de uma democracia que, há um sólido sentimento de repulsa à arbitrariedade e à tirania. Aleluia!

A força da onça

Aquela onça moradora da cédula de R$ 50 terá presença garantida na campanha eleitoral deste ano. Quando se aproximar o dia das eleições, milhares de notas viajarão em malas pretas visando mudar o destino dos votos. Claro que o Ministério Público e a Polícia vão tentar impedir a circulação das oncinhas. Mas, como dinheiro não fala, boa parte delas chegará ao destino, influenciando criminosamente no resultado do pleito. Portanto, mesmo com a vigilância redobrada das autoridades, vai chegar a hora de a onça beber água. Crendeuspai!

Sete a zero

Tem aumentado o número de confrontos à bala entre policiais sergipanos e suspeitos por crimes. Da última quinta-feira até ontem, sete criminosos morreram em troca de tiros com os agentes da Lei. Graças à Divina Providência e a péssima pontaria dos bandidos, nenhum dos nossos briosos policiais ficou ferido nos sangrentos tiroteios. Deus é mais!

Partidos anistiados

A Câmara Federal aprovou, ontem, a proposta de emenda à Constituição que trata sobre as candidaturas femininas. A PEC, que segue para sanção presidencial, inclui na Constituição regras de leis eleitorais determinando a aplicação de percentuais mínimos de recursos do Fundo Partidário nas campanhas de mulheres. O texto concede anistia aos partidos que não preencheram a cota mínima de recursos ou que não destinaram os valores mínimos de sexo e raça em eleições ocorridas antes da promulgação da PEC. Êita Brasilzão sem jeito!

Homenagem a Déda

O empresário Walter Franco anunciou que prestará uma homenagem ao ex-governador Marcelo Déda (PT), instalando um busto do saudoso petista nas TV e Rádio Atalaia. A notícia foi dada por ele durante a visita que fez ao Instituto Marcelo Déda. “A emoção do doutor Walter Franco toca o nosso coração”, afirmou a vice-governadora Eliane Aquino, viúva do líder político, morto em 2013, vítima de um câncer.

Coronel descartado

E o pré-candidato a governador João Fontes (PTB) garantiu que o coronel Rocha não será candidato a senador pela legenda: “Disse a ele para procurar outro partido”, revelou o petebista à jornalista Rita Oliveira. Fontes ainda alimenta a esperança de que a ministra Damares Alves (Republicanos) aceite o seu convite para disputar uma cadeira no Senado por Sergipe. Mas se a distinta escolher outro estado para pedir votos, João Fontes jura que tem um plano B. Aff Maria!

Novo comando

Clóvis Silveira é o novo manda chuva Solidariedade em Sergipe. Antes de assumir o comando do SD, Silveira presidiu o Avante. O distinto já deu início à organização das chapas para a Assembleia e a Câmara Federal. O partido, que era dirigido no estado pelo deputado federal Gustinho Ribeiro, novo filiado do Republicanos, vai apoiar o pré-candidato a governador Rogério Carvalho (PT). Ah, bom!

Boca de siri

Desde que retornou de Brasília, o ex-prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho, não fala nada sobre se vai disputar o governo de Sergipe ou se tentará se eleger parlamentar. Enquanto o indigitado faz boca de siri, seu adversário e presidente da Assembleia, Luciano Bispo (MDB), garante que “ele é candidato a deputado estadual”. Segundo o emedebista, que se muda hoje para o PSD, Francisquinho está blefando ao dizer que pretende disputar o governo. Com a palavra, Valmir. Home vôte!

Deixou o PDT

O deputado federal Fábio Henrique deixou o PDT, partido que estava há quase 20 anos. Em nota, o parlamentar elogiou a direção pedetista e disse que se viu obrigado a mudar de legenda por conta das circunstâncias políticas provocadas por “essa legislação equivocada”. Divulgou-se que Fábio vai se filiar ao União Brasil, mas a sua assessoria informou que ele só anunciará seu novo partido amanhã. Aguardemos, portanto!

Grana internacional

A Assembleia aprovou, em primeira discussão, Projeto de Lei autorizando o governo de Sergipe fazer um empréstimo de 36 milhões de dólares. Essa dinheirama toda será usada em um plano estratégico de telemedicina, com a aquisição dos equipamentos necessários para os consultórios, a criação da Central de Laudação e a estruturação de linhas de cuidado, fluxos assistenciais e protocolos. Segundo o governo, o objetivo desse investimento é contribuir para o fortalecimento da Gestão do SUS. Então, tá!

Recorte de jornal

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicado no jornal aracajuano O Tempo, em 9 de setembro de 1950.

É editor do Portal Destaquenotícias

  Editoria: