“Minha preocupação maior foi o cachorro”, conheça a história do militar que resgatou animal durante ocorrência na ponte Aracaju-Barra

junho 23 14:58 2022

“Eu me sensibilizo demais. Minha preocupação maior foi o cachorro”, foi assim que o sargento da Polícia Militar de Sergipe, José Carmélio Lopes de Mendonça, descreveu a sensação de salvar um cachorro durante o atendimento a uma ocorrência de roubo na ponte Aracaju-Barra, no dia 10 de junho. O animal pertencia a um dos autores do crime e ficou desesperado ao ver o dono sendo conduzido para a delegacia. O militar resgatou o cachorro para que ele não se perdesse ou sofresse um mal maior na tentativa de seguir o veículo pelas ruas de Aracaju.

O sargento José Carmélio relembrou que a única preocupação no momento foi em levar o cachorro para não deixá-lo solto, pois poderia se perder, já que ele viu o dono na viatura policial sendo conduzido à delegacia. O militar contou que teve a preocupação de colocar o animal no veículo e levá-lo também para a unidade policial.

“A minha preocupação maior foi o cachorro, porque o cavalo eu sabia que podia dar um destino, pois a Emsurb pegaria o animal e o recolheria. Mas, o cachorro a gente fica sem saber o que fazer nesse momento. A única solução que vi naquele instante foi pegar e conduzir junto com o dono para delegacia, e chegando lá eu ia ver o que que ia resolver com mais calma”, rememorou.

O militar revelou que a lembrança de um cachorro de rua que ele cuida pesou na hora de tomar a decisão de levar o animal na viatura para a unidade policial. “Chegando na delegacia, graças a Deus, tinha um rapaz que estava lá e quis tomar conta do cachorro. Ele disse que tomava conta e que o animal não ficaria na rua. Ele disse que levaria para casa, daria comida. Isso nos deixou muito alegre”, relembrou.

“Há dois anos eu peguei um cachorro de rua. E cuido até hoje. O cachorro estava quase morrendo. Se a gente não tivesse pego ele, eu, minha esposa e minha filha, para cuidar, ele teria morrido. Isso me comoveu muito. Quando eu vi a situação daquele cachorro ali, eu disse ‘não, esse cachorro eu vou levar, não vou deixar ele solto aqui não’”, acrescentou.

O sargento Carmélio também destacou que o cachorro levado à delegacia está em boas mãos. “Graças a Deus, ele deve estar em boas mãos agora, porque o rapaz falou que queria cuidar do cachorro. O cavalo foi levado pelo caminhão da Emsurb para o lado do 28° BC, onde ficam guardados os cavalos”, revelou.

O militar concluiu destacando o sentimento de dever cumprido. “Eu me sensibilizo demais. E quando é um cachorro, mais ainda, por causa do que eu peguei pra criar. O meu sentimento era de desespero. Quando eu vi aquele animal solto ali sem ter destino. Eu sabia que ele ia ficar perdido. Ia sofrer. Ele ia sofrer. Na mesma hora, quando eu vi, eu pensei que tinha que fazer alguma coisa”, concluiu.

Entenda o caso

Com o videomonitoramento do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), equipes do 8º Batalhão de Polícia Militar (8º BPM) prenderam em flagrante Juliano Santos Conceição e João Luiz de Jesus Santos, suspeitos de roubo na Zona Norte de Aracaju.

O caso ocorreu na noite do último dia 10 de junho. Inicialmente, os operadores do Ciosp visualizaram o suspeito Juliano Santos Conceição, que, após um roubo, desceu a ponte Aracaju/Barra e as equipes policiais o interceptaram na avenida Beira Mar, no entorno do Bairro 13 de Julho.

Durante a condução dessa ocorrência, a equipe também verificou que um comparsa de Juliano Santos Conceição havia sido preso. As câmeras do Ciosp registraram o roubo e os suspeitos foram conduzidos à Central de Flagrantes.

Eles foram identificados como João Luiz de Jesus Santos e Juliano Santos Conceição. João Luiz já havia sido preso em cumprimento a um mandado de prisão, no dia 13 de julho de 2020, sendo detido em flagrante pelo roubo na ponte Aracaju-Barra. Já Juliano Santos Conceição foi preso em flagrante por esse crime contra o jovem na via que liga a capital à cidade da Região Metropolitana.

 

 

  Editoria: