Mesmo com todas as dificuldades, Sergas celebra realizações e conquistas de 2020

março 10 10:14 2021 Imprimir Conteúdo

Ano foi atípico devido à pandemia da Covid-19, mas marcado por um trabalho eficiente e focado na expansão da empresa

Mesmo com todas as dificuldades impostas pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) e seus efeitos, fazendo do ano de 2020 atípico e marcado por dificuldades, a Sergas conseguiu alcançar bons resultados. A companhia pôde dar prosseguimento à estratégia de expansão da sua rede de distribuição de gás natural, construindo cerca de 7,85 quilômetros de rede, o que representou investimentos da ordem de R$ 4.195,00 mil. Neste sentido destacam-se a expansão do ramal Rosa Elze, a implantação da Estação de Medição – EMED FAFEN; e o ramal Centro – Fase 2 – Hospital Cirurgia.

Pela ótica comercial, 2020 foi encerrado com um total de 1.927 novas unidades consumidoras interligadas ao sistema de distribuição de gás natural, as quais estão concentradas nos segmentos ditos de varejo, ou seja, o Residencial e o Comercial. Mais pessoas estão se utilizando do gás natural, o que representa um consequente aumento dos níveis de saturação dos gasodutos de distribuição implantados.

Outro ponto que merece ser destacado está no início da fase de comissionamento e pré-operação da Unidade Industrial da Proquigel, a Unigel Agro SE (antiga FAFEN), localizada no município de Laranjeiras. A operação foi possível a partir da assinatura do Contrato de Fornecimento de Gás Canalizado, na modalidade Interruptível, o qual entrou em vigor a partir  de dezembro de 2020. A assinatura entre as partes do Contrato de Prestação dos Serviços de Movimentação de Gás Natural foi o primeiro instrumento contratual a ser firmado nesta modalidade entre a Concessionária e um Consumidor Livre, e ocorreu no mês de fevereiro de 2021.

Seguindo determinação do Governo do Estado, principal acionista na Companhia, a Sergas buscou ao longo do ano interiorizar o gás natural. Neste sentido foram iniciados estudos para levar o insumo aos municípios de Lagarto, Itabaiana e Glória, sempre buscando  contribuir para o desenvolvimento desses municípios por meio do gás natural.

A Sergas procurou ainda, ao longo de todo ano, a diversificação das fontes supridoras e, consequentemente, melhores condições mercadológicas para a aquisição do gás natural. Por meio da Chamada Pública Coordenada, realizada em conjunto com outras concessionárias do Nordeste, foi definido o prazo de até 31 de janeiro de 2021 para que as empresas ofertantes pudessem enviar suas propostas comerciais, as quais já estão em processo de análise.

“Com essas realizações, a Sergas ratifica a intenção de seguir firme em relação aos compromissos de expandir o gás natural no estado, de beneficiar mais pessoas e empresas com o uso dessa matriz energética, sempre mantendo uma relação cada vez mais próxima com a sociedade sergipana, trabalhando em prol do seu desenvolvimento”, aponta o diretor-presidente da companhia, Valmor Barbosa.

Fonte e foto assessoria

  Editoria: