Maruim comemora 168 anos de Emancipação Política nesta quinta-feira

maio 05 07:51 2022

 

Maruim completa nesta quinta-feira, (05), 168 anos de Emancipação Política. Após dois anos devido à pandemia do novo coronavírus, as comemorações alusivas ao aniversário da cidade retornam com a presença de público.

A Prefeitura de Maruim organizou a programação incluindo alvorada, hasteamento de bandeiras, missa solene e apresentações culturais e shows que se estendem desta quinta até o domingo, (7).

Terra abençoada pelo padroeiro Senhor dos Passos, Maruim se destaca pela beleza da cidade, em especial a Praça Barão de Maruim, cartão postal, que abriga a suntuosa Igreja Matriz de Senhor dos Passos, Patrimônio Nacional da Humanidade, além do majestoso Templo de Luz, o Gabinete de Leitura de Maruim, guardião da história dos maruinenses e sergipanos.

O primeiro povoamento nasceu no encontro dos rios Sergipe e Ganhamoroba. Aos arredores do Porto das Redes (antiga Alfândega de Sergipe), surge a Mombaça. Mas os ataques dos mosquitos obrigaram os poucos habitantes a se mudar dali.

O português Manoel Rodrigues de Figueiredo permite que as pessoas fugidas do Mombaça construam suas casas dentro de suas terras, no Engenho Maruim de Baixo. Outro português, José Pinto de Carvalho, construiu um grande armazém (trapiche) para negociar com o ouro da terra, que era o açúcar nas terras de Manoel Rodrigues.

Depois de desavenças entre José Pinto e Manoel, Maruim passa a ser dependente de Santo Amaro e depois de Rosário do Catete. As brigas terminaram na chamada Revolução de Santo Amaro. As confusões só acabaram em 1835, quando o governador da Província, Manoel Ribeiro da Silva Lisboa, transformou Maruim em uma vila e no ano seguinte ela virou cidade.

Para a história oficial, o fundador de Maruim foi José Pinto de Carvalho. Foi ele quem governou a recém-criada Vila de Maruim, e quem empossou o primeiro prefeito, Luís Barbosa Madureira.

O atual prefeito, Gilberto Maynart, destaca as virtudes do povo maruinense nos 168 anos de Emancipação Política.

“São 168 anos de história de lutas, desafios e conquistas de um povo de fé, trabalhador e acolhedor por natureza. O 05 de maio deste ano é especial para nós, porque celebramos todos os que fazem a cidade acontecer, todos os dias. Há mais de um ano, Deus e a nossa gente me permitiram administrar novamente e cuidar do futuro dos maruinense e, tenho dado o meu melhor, para que Maruim se torne um lugar melhor para se viver, crescer e prosperar”, disse Gilberto Maynart.

Por Lohan Muller

  Editoria: