Maria do Carmo defende ações de estímulo à participação da mulher na política

Maria do Carmo defende ações de estímulo à participação da mulher na política
maio 31 12:06 2022

 

Após participar do Seminário Mais Mulheres na Política, realizado no plenário do Senado Federal, a senadora Maria do Carmo Alves (PP) defendeu a adoção de iniciativas que incentivem e ampliem, ainda mais, a presença feminina nos espaços de poder e de decisão para que mais mulheres sejam eleitas. “Do direito ao voto até agora, fizemos uma longa caminhada, com pequenos avanços que têm sido extremamente importantes. Porém, precisamos ganhar corpo e acessar o que é nosso por direito, de forma igual”, afirmou, ressaltando que “essa desigualdade é nociva e representa um grande prejuízo à democracia”.

A senadora sergipana citou que um dos progressos alcançados pelas mulheres foi a promulgação da Proposta de Emenda à Constituição – em abril passado – que estabeleceu a cota de 30% do Fundo Eleitoral para candidaturas femininas. “Atravessamos longos anos com pequenas conquistas dentro do Parlamento e, nove décadas depois, vamos vivenciar pela primeira vez, uma eleição em que estão assegurados percentuais de participação, recursos para a candidatura e tempo de exibição de campanha no horário eleitoral para as mulheres”, reforçou.

Outro ganho importante está previsto no Projeto de Lei 1951/2021 que dispõe sobre porcentagem mínima de cadeiras para candidatas à Câmara dos Deputados, Assembleias Legislativas estaduais, Câmara Legislativa do Distrito Federal e Câmaras Municipais.  A matéria já foi aprovada no Senado e está em análise na Câmara. “Se somos mais da metade da população, é natural que queiramos participar da política nessa mesma proporção. Se não estamos, é porque historicamente nos foi negado esse espaço, mas precisamos continuar reivindicando”, argumentou Maria do Carmo.

O SEMINÁRIO – Com a presença de diversas autoridades, o Seminário foi promovido pela liderança da Bancada Feminina e da Procuradoria da Mulher do Senado, com o apoio do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e da Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados. O objetivo do evento é incentivar e criar condições para que as mulheres usem o voto de forma ativa, além de estimular o debate sobre a baixa representatividade das mulheres nos diversos espaços de poder. “Foi uma discussão muito madura e saímos de lá com a certeza de que o trabalho está apenas começando”, concluiu Maria do Carmo Alves.

Da Assessoria Parlamentar, com informações da Agência Senado

 

  Editoria: