Julho Amarelo: PMA realiza ações de combate e prevenção das hepatites virais

Julho Amarelo: PMA realiza ações de combate e prevenção das hepatites virais
julho 01 13:06 2019 Imprimir Conteúdo

Em alusão ao Julho Amarelo, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), realizará, ao longo deste mês, diversas ações de conscientização da população sobre a importância da prevenção contra as hepatites virais.

Celebrado internacionalmente em 28 de julho, o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais foi criado pela Organização Mundial da Saúde em 2012 e, desde então, Julho passou a ser o mês  de intensificar a prevenção a hapatities virais.

O trabalho de conscientização e de orientação, realizado no âmbito do Programa de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s), objetiva promover e intensificar a realização de exames com a finalidade de garantir ações de prevenção e diagnóstico precoce por meio da realização de testes-rápidos para HIV, Sífilis, Hepatite B e C.

Constituídas como um dos maiores desafios à saúde pública em todo o mundo, as hepatites virais atingem boa parte da população. Para a coordenadora do Programa de IST/Aids e Hepatites Virais  da SMS, Débora Oliveira, a orientação é fundamental no processo de prevenção da doença.

“Existe mais de meio milhão de portadores das Hepatites B e C, segundo a OMS. Elas são responsáveis por cerca de 1,4 milhões de óbitos anualmente, como consequência de suas formas agudas graves ou, principalmente, pelas complicações das formas descompensadas crônicas. É importante saber, que a hepatite é uma doença assintomática, silenciosa e que mata. Mas se for diagnosticada precocemente, tem cura”, explicou.

De acordo com a referência técnica das hepatites virais, Fabiana Fonseca, o grande embate hoje para a saúde pública é conscientizar a população para o diagnóstico da doença. O desafio é diagnosticar a presença do vírus e conter a doença antes que ocorram os danos que acarretam ao fígado.

“A principal arma na batalha contra as hepatites virais é a detecção, através dos testes rápidos para Hepatites B e C, que são gratuitos e estão disponíveis em toda Rede da Atenção Primária do município de Aracaju. Os testes rápidos para hepatite B e C também são realizados no Centro de Testagem e Aconselhamento de Aracaju (CTA), localizado no Cemar Siqueira Campos, que funciona com portas abertas, recebendo pacientes de todo Estado de Sergipe”, esclareceu.

Doença e tipos

Hepatite é um termo genérico que significa inflamação do fígado. Ela pode ser causada por medicamentos, doenças autoimunes, metabólicas e genéticas, álcool, substâncias tóxicas e vírus. Existem também as hepatites virais, que são causadas por vírus. Os agentes etiológicos das hepatites virais são designados por letras do alfabeto: vírus A; vírus B; vírus C; vírus D e vírus E. Cada uma delas é provocada por um tipo de vírus e tem diferentes formas de prevenção e tratamento.

A hepatite A é uma infecção aguda transmitida por meio de água e alimentos contaminados. Já as hepatites B e C são infecciosas e transmitidas através do sexo sem proteção e no compartilhamento de seringas e objetos cortantes.

Cuidados e recomendações

Não se deve compartilhar escovas de dente, seringas e agulhas. É aconselhável levar os seus próprios utensílios devidamente higienizados ao ir à manicure ou pedicure, usar camisinha nas relações sexuais, vacinar-se contra a hepatite A e B e exigir das autoridades públicas de saúde os testes em transfusões de sangue. Os materiais usados em injeções, tatuagens e piercings devem ser sempre descartáveis, e é fundamental lavar bem todos os alimentos antes de consumi-los.

Toda a população deve fazer o teste rápido para hepatite B e C. Contra as hepatites A e B existe imunização. Contra a hepatite A, a vacina é para crianças entre um e dois anos de idade. E contra a hepatite B, a vacina são três doses (aplicadas com zero, seis meses e um ano de idade) e para toda população. Para a hepatite C, estão sendo convocados todos aqueles com mais de 40 anos, que tiveram procedimentos cirúrgicos, que receberam sangue ou que fizeram qualquer tipo de procedimento antes de 1993, para que procurem a Unidade mais próxima para fazer a testagem da hepatite C.

Programação completa das ações:

02/03 e 04/07 (terça, quarta e quinta-feira) – Ação na Fundação Renascer nos dois turnos.

09/07 (terça-feira) – Ação na EMURB – Rua Acre das 7h às 12h

12/07 (sexta-feira) – Ação na EMURB – Rio de Janeiro das 7h às 12h

16/07 (terça-feira) – Ação na UBS Elizabeth Pita das 7h às 12h

17/07 (quarta-feira) – Ação na UBS Avila Nabuco das 7h às 12h

18/07 (quinta-feira) – Ação na UBS Adel Nunes das 7h às 12h

19/07 (sexta-feira) – Ação na UBS Cândida Alves das 7h às 12h

22/07 (segunda-feira) – Ação na UBS Francisco Fonseca das 7h às 12h

24/07 (quarta-feira) – Ação na UBS João Cardoso das 7h às 12h

25/07 (quinta-feira) – Ação na UBS Onésimo Pinto das 7h às 12h

26/07 (sexta-feira) – VI Seminário das Hepatites Virais, em parceria com a Secretaria do Estado da Saúde e Hospital Universitário

29/07 (segunda-feira) – Ação na ENERGISA das 7h às 12h

30/07 (terça-feira) – Ação na UBS Augusto Cesar Leite das 7h às 12h

31/07 (quarta-feira) – Ação na Viação Atalaia das 7h às 12h

Assessoria de Comunicação

  Editoria: