João Daniel apoia Consórcio Nordeste por beneficiar o desenvolvimento de estados da região

agosto 21 05:21 2019 Imprimir Conteúdo

Em nome da coordenação do Núcleo Agrário da bancada do Partido dos Trabalhadores na Câmara, o deputado federal João Daniel (PT) parabenizou os governadores da região Nordeste, que esta semana realizam mais uma reunião do Consórcio do Nordeste, criado em abril de 2019, a partir de assinatura de protocolo de intenções entre os nove estados que compõem a região. Para o parlamentar, os governadores e governadora tem mostrado firmeza e luta na busca de desenvolvimento para a região.

“São homens e mulheres de cabeça erguida, que, diante da situação do nosso país, encontram entre eles e entre o povo da região força, coragem, energia e alternativas para buscar desenvolver a região nas mais diversas áreas”, disse ao parabenizar todos em nome do governador de Sergipe Belivaldo Chagas e da governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra.

Segundo o deputado, esse fórum se destina à atuação em áreas prioritárias como desenvolvimento econômico; infraestrutura; meio ambiente; articulação política, jurídica e institucional; desenvolvimento social; ciência, tecnologia e inovação; segurança pública; desenvolvimento da gestão; comunicação pública e estatal. Para ele, o Fórum de Governadores do Nordeste ocorre em um momento importante para o país, tendo em vista o quadro de recessão econômica que o país atravessa, com um governo que só pensa no ganhos do sistema bancário e se curva às políticas emanadas pelos Estados Unidos que são contra toda a estratégia de um “Estado de Bem Estar Social – EBES, penalizando assim as populações mais necessitadas.

“O Consórcio se preocupa em discutir e avaliar o momento político do Brasil e fortalecer as políticas públicas e tem como proposta a política nacional de desenvolvimento regional, entendendo o Nordeste não como problema, mas, como solução para o desenvolvimento nacional”, disse João Daniel.

Diferente do que disse o presidente Bolsonaro, o Consórcio não tem pretensão separatista. Ele é, na verdade, um fórum de integração com vistas ao desenvolvimento sustentável da região e do seu povo e, também, com a preocupação com o desenvolvimento nacional. De acordo com João Daniel, com a criação do Consórcio, os estados passam a ter mais força em negociações financeiras. “Neste modelo, por exemplo, as unidades federativas envolvidas poderão realizar compras conjuntas com o objetivo de reduzir os custos. Da mesma forma poderão trabalhar juntos na venda de produtos. Vira assim, grande ferramenta de gestão e compartilhamento de projetos, ideias, apoios mútuos e redução de custos. Por isso nosso apoio e da nossa bancada”, declarou.

Foto assessoria

Por Edjane Oliveira

 

  Editoria: