Internamento Oncológico Pediátrico do Huse ganhará novos leitos e ambiente humanizado

maio 26 08:00 2022

 

Na manhã desta quarta-feira, 25, a superintendência do Hospital de Urgências de Sergipe Governador João Alves Filho (Huse) recebeu a diretoria da Avosos para acompanhar a finalização da obra de reforma e ampliação das instalações da Ala P do Internamento Oncológico Pediátrico “Maria Ruth Wynne Cardoso — Tia Ruth”. A obra é fruto da parceria do governo do Estado por meio da Secretaria de Estado da Saúde com a instituição.

A reforma realizada pela Avosos no internamento oncológico pediátrico vai favorecer a qualidade e humanização no tratamento de crianças e adolescentes com câncer, sendo que o internamento contará com mais 02 leitos, 01 quarto de isolamento, 01 estar médico e 01 brinquedoteca, passando de 19 para 22 leitos.

A superintendente do Huse, Adriana Meneses, ressaltou a importância da ampliação de leitos que vai possibilitar que o maior número de pacientes acessem o internamento. “Teremos maior capacidade, maior estrutura, uma área humanizada e construída pensando no contexto da criança, toda adequada, com a entrega da brinquedoteca estruturada. Quero agradecer essa parceria importante com a Avosos, em especial ao seu Wilson Melo que não mede esforços e está ao nosso lado nessa luta pela melhor assistência aos pacientes oncológicos”, afirmou.

O presidente da Avosos, Wilson Melo, falou que a parceria com o Huse consiste em colaborar na assistência aos pacientes oncológicos. “ Essa parceria é uma extensão do nosso trabalho no sentido de assistência, de colaboração, de fortalecer o tratamento do câncer infanto juvenil, a nossa missão, a gente veio aqui para fortalecer. Quero agradecer a superintendente, Adriana Meneses, foi ela que deu o ponto de partida há dois anos, quando a gente colaborou e ajudou nessa reforma. Que a gente possa estruturar toda rede de atenção oncológica pediátrica aqui no estado”, disse.

A coordenadora da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia do Huse, Meire Jane Oliveira, destaca que a ampliação da estrutura física permite melhor acolhimento aos pacientes com câncer. “Teremos novos leitos, e isso significa a oferta de serviços oncológicos para crianças e adolescentes com mais humanização e consequentemente com mais qualidade, esse ambiente permite que eles sejam melhor acolhidos e sintam-se em casa, diminuindo os impactos provocados pelo tratamento,” disse a coordenadora.

Foto: Valter Sobrinho

  Editoria: