HU faz pequeno mutirão para cirurgia de redução de mama

HU faz pequeno mutirão para cirurgia de redução de mama
setembro 11 09:21 2018 Imprimir Conteúdo

O Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe (HU-UFS), filial da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), está realizando um pequeno mutirão para cirurgias que pretendem resolver alterações anatômicas nas mamas.

De acordo com a cirurgiã plástica do HU-UFS, Kenya Borges, até a próxima sexta-feira, 14, devem ser operadas oito pacientes. “São cirurgias de mamoplastia redutora, ou simplesmente redução de mamas, uma demanda que não é atendida por nenhum outro hospital da rede pública em Sergipe”, explica.

Além de quatro especialistas do HU em cirurgia plástica, outros quatro cirurgiões voluntários participam da iniciativa, por meio de uma ação da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica – regional Sergipe.

Do HU-UFS, estão envolvidos os cirurgiões plásticos Kenya Borges, Reginaldo Lessa, Jorge Teixeira e Filipe Brasileiro. Todas as pacientes beneficiadas já são pacientes do Hospital Universitário de Sergipe, e participaram de uma triagem para a realização do procedimento. Um dos objetivos da ação é reduzir a lista de espera pela cirurgia.

Nesta iniciativa, trabalham também equipe de enfermagem, anestesistas e membros da área administrativa, que atuam para que as pacientes sejam agendadas e avisadas sobre os procedimentos.

Uma das indicações para o procedimento é a possibilidade de diminuir o tamanho das mamas, reposicionando-as de maneira harmoniosa, além de trazer mais sustentação em casos onde as mamas estão “em queda”.

Sobre a Ebserh

Desde 2013, o HU-UFS faz parte da Rede Ebserh. Vinculada ao Ministério da Educação, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) atua na gestão de hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

Criada em dezembro de 2011, a empresa administra atualmente 40 hospitais, sendo responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Andreza Azevedo

  Editoria: