A hora do servidor

julho 20 08:39 2018 Imprimir Conteúdo

Enquanto queima recursos públicos com apadrinhados, o governo de Sergipe jura não ter dinheiro para reajustar os salários dos servidores. Em outras palavras, quem realmente toca a máquina estatal continuará ganhando miséria, apertando o cinto, passando fome. Não há recursos para melhorar a vida dos servidores justamente porque o Executivo desperdiça para agradar quem nada faz pela sociedade. Melhor exemplo disso são as nomeações de ex-prefeitos em bem pagos cargos comissionados em troca de apoio político aos candidatos governistas. Desprestigiados há anos, os servidores terão nas eleições deste ano uma ótima chance de punir seus algozes.

Boi fujão

Alguns pré-candidatos estão mais preocupados com a fidelidade dos cabos eleitorais do que com o voto no varejo. É que, segundo dizem, há lideranças políticas do interior que não resistem ao verde do ‘arame’ e pulam a cerca mais rápido do que boi fujão. Quem se apressou e comprou no período de engorda, vai ter um trabalhão danado para não perder o rebanho ainda incerto. Marminino!

Cadê o dinheiro?

O aluguel do imóvel para alojar a Secretaria Estadual da Saúde será muito usado pela oposição na campanha eleitoral. O governador Belivaldo Chagas (PSD) e o seu antecessor Jackson Barreto (MDB) vão gastar muita saliva para explicar o motivo de se torrar R$ 10 milhões para reformar um prédio particular. Aproveitando a polêmica, o pré-candidato a governador Valadares Filho (PSB) já propôs a Belivaldo que abra as contas e diga a verdade ao povo. Aff, Maria!

Fula da vida

Não chamem para a mesma festa a prefeita de Capela, Silvani Manlak (PTC), e o ex-esposo Manoel Sukita (PTC). A moça está tiririca com o ex-amado, que a acusou de tê-lo traído com um amigo do casal. Revoltada com a pecha de infiel, Silvani retirou o apoio político à pré-candidatura de Sukita e promete levá-lo às barras da Justiça. Cruz credo!

Papel passado

Os partidos têm de hoje até o próximo dia 5 para realizarem as convenções visando definir as coligações e oficializar as candidaturas. Após deliberação dos filiados, os candidatos escolhidos poderão pedir o registro à Justiça Eleitoral. Como sempre acontece, a grande maioria dos partidos só deverá fazer as convenções no dia 5 de agosto.

Entre nós

A presidenciável Manuela D’Ávila (PCdoB), estará em Aracaju na próxima segunda-feira. Logo cedo, ela concederá entrevista coletiva e depois se se reúne com os movimentos sociais. À tarde, conversa com os prefeitos comunistas Edvaldo Nogueira, de Aracaju, e padre Inaldo, de Socorro. Na boquinha da noite, Manu participa na Assembleia Legislativa de um debate sobre seu programa de governo. Haja fôlego!

Aviso aos navegantes

E quem visitou o ex-presidente e presidiário Lula da Silva (PT) na cadeia foi Márcio Macedo, o vice-presidente nacional do partido. Na conversa com o aliado, o “Barba” disse que está invocado com a Justiça e pediu para avisar ao povo que será candidato a presidente da República. O problema é convencer a Justiça a liberá-lo do xilindró antes das eleições. Tá difícil, viu?

Rasteira aliada

João Nascimento ainda não digeriu a destituição da presidência estadual do Patriotas. Magoado, ele acusa a vereadora aracajuana Emília Corrêa de ter trabalhado, por debaixo dos panos, para destituí-lo do cargo: “Agradeço a ela por ter exigido minha destituição”. Mesmo chateado, Nascimento diz esperar que a vereadora “leve consigo o bônus e ônus de ter alcançado o ápice de um projeto político”. Homem, vôte!

Papo sobre eleições

“O papel do Ministério Público nas eleições” é o tema do workshop dirigido aos jornalistas sergipanos. Marcado para o próximo dia 30, em Aracaju, o evento é promovido pelo Ministério Público Eleitoral. Segundo a procuradora regional Eunice Dantas, o workshop servirá para esclarecer questões jurídicas e operacionais do processo eleitoral. Participe!

Tá doente?

Os médicos da Prefeitura de Aracaju estão em greve por melhores salários. Eles se queixam que o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) faz ouvido de mercador às reivindicações da categoria. Portanto, se você amanheceu doente e não tem grana para se internar em hospitais particulares, recorra um pai de santo ou a uma rezadeira. Uma cigana também pode adivinhar quando os médicos vão retornar ao trabalho. Crendeuspai!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano A Cruzada, em 18 de abril de 1920.

Resumo dos Jornais

  Editoria: