Graduação flex permite economizar tempo e dinheiro

Graduação flex permite economizar tempo e dinheiro
julho 27 10:22 2018 Imprimir Conteúdo

Com disciplinas presenciais e à distância, os cursos flex têm atraído cada dia mais adeptos no mundo universitário, pois permitem ao estudante economizar tempo, reduzir investimento e diminuir distâncias. Na Faculdade Estácio de Sergipe quem escolhe cursos como os de Administração, Engenharia Civil, bacharelado em Educação Física e Logística pode atender a esses três desejos. “Por sua característica híbrida, os cursos flex se tornam mais acessíveis do que os presenciais. O bom para o aluno é que a qualidade do ensino é a mesma e o diploma é idêntico ao de quem cola grau em curso no formato tradicional”, revela Bruno Antunes, diretor da Estácio.

A professora Betânia da Costa Leite, coordenadora do Polo de EaD da Estácio, informa que a procura pelos cursos flex tem crescido a cada semestre. Segundo a coordenadora, este novo modelo atrai pela flexibilidade para estudar e trabalhar, pelo valor até 30% inferior aos tradicionais e por serem cursos com demanda no mercado de trabalho, além da confiança na marca Estácio. Betânia também destaca a possibilidade de aliar o estudo presencial com as novas ferramentas da educação à distância.

É preciso dedicação

Eliane Oliveira Gois Lobo, aluna do sexto período de Educação Física, afirma que o curso flex “foi a melhor coisa que já inventaram”. E a estudante tem razão. Casada, com uma filha de sete anos e morando em Itabaiana – a 57 km da capital sergipana – ela teria muita dificuldade para se deslocar diariamente ao Campus da Estácio, em Aracaju: “Só vou à faculdade um dia por semana para assistir as aulas práticas”, diz Elaine, que já planeja trabalhar na academia de ginástica do irmão, tão logo conclua a graduação. Mas a estudante alerta quem está pensando em fazer um curso flex: “É preciso ter muita dedicação para estudar on-line”, revela.

O Ministério da Educação determina que graduações com até 20% de disciplinas on-line são consideradas presenciais. Passando desse patamar, são classificadas como EaD. Faltava um meio termo. A professora Betânia Leite destaca o apoio presencial oferecido pela Estácio de Sergipe para quem opta pelos cursos flex: “Nosso Polo EaD dispõe de uma equipe de tutores especialistas, mestres e doutores que auxiliam nas demandas dos alunos matriculados nos cursos Flex”, frisa.

O diretor Bruno Antunes explica que a flexibilidade não ocorre apenas na forma como o aluno estuda. “A grade curricular da Estácio é padronizada nacionalmente nas modalidades presencial, EaD e flex. Assim, quem inicia em um curso flex pode migrar para EaD ou presencial, pois as disciplinas e as grades são as mesmas”, afirma. Bruno ressalta que, por terem parte de suas disciplinas on-line, os cursos flex são mais econômicos. “Alunos que não poderiam arcar com os custos de um curso presencial, buscam as modalidades flex e EaD por terem mensalidade mais acessível e sem qualquer perda da qualidade de ensino”, concluiu.

Fonte e foto assessoria

  Editoria: