Governo reúne órgãos para realizar planejamento do ‘Plano de Contingência ao Sarampo’

Governo reúne órgãos para realizar planejamento do ‘Plano de Contingência ao Sarampo’
outubro 02 06:36 2019 Imprimir Conteúdo

O plano tem como objetivo integrar os órgãos envolvidos e definir o papel de cada um deles, para identificar os casos suspeitos de Sarampo

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Capitania dos Portos de Sergipe (CPSE), Secretaria Municipal de Saúde de Aracaju (SMS) e Secretaria Municipal da Saúde de Barra dos Coqueiros, realizou na manhã desta terça-feira (01), no auditório do Centro Administrativo (CAS) uma reunião de planejamento do ‘Plano de Contingência ao Sarampo’.

O Plano de Contingência tem como objetivo integrar os órgãos envolvidos e definir o papel de cada um deles, para identificar os casos suspeitos de Sarampo nos Portos ou Aeroportos, considerados como pontos de entrada do vírus, desenvolver ações de averiguação dos casos, e se for confirmado, evitar a disseminação do vírus e iniciar as ações de tratamento da doença.

Segundo a coordenadora de Vigilância Epidemiológica, Sheyla Maria Teixeira Lima, o Plano de Contingência é de suma importância, devido ao aumento dos casos de Sarampo confirmados e notificados. “Estamos nos reunindo, planejando um Plano de Contingência para os casos de Sarampo, pois os números estão aumentando não só em Sergipe, mas em todo Brasil, devido ao fluxo de entrada e saída de pessoas, por esse motivo, corremos o risco de contaminação através de casos que venham de outros Estados. O Plano de Contingência atua nesse sentido, planejar ações e preparar os órgãos para prestar as devidas assistências, tanto no bloqueio vacinal quanto no controle para que o vírus não seja disseminado”, enfatizou a coordenadora.

O fiscal da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Gilton Resende, ressalta que os resultados da primeira reunião foram positivos.

“ Essa é a primeira reunião que realizamos com um grupo maior, inicialmente a ANVISA estava tratando diretamente com os administradores dos Portos e Aeroportos, pontos de entrada, agora nos reunindo com todos os órgãos envolvidos. Os resultados foram positivos e visamos dar continuidade às reuniões para finalização dos Planos nos dias 09 e 11 de outubro, e após essa finalização, haverá uma simulação da sua aplicabilidade para que sejam detectados os pontos fortes e os fracos que precisam de alteração”, explicou Gilton.

Fonte e foto SES

  Editoria: