Governo faz última convocação de agentes da Polícia Civil

Governo faz última convocação de agentes da Polícia Civil
setembro 20 10:43 2018 Imprimir Conteúdo

 

Com os 54 novos nomes, lista do concurso de 2014 está encerrada

Foi divulgada no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (17) a convocação de 54 novos agentes da Polícia Civil de Sergipe. Esta foi a última convocação, agora a lista de aproximadamente 450 agentes e escrivães foi finalizada. Todos foram formados na Academia da Polícia Civil, no início de 2016.

Os 54 novos agentes já estavam formados pela Acadepol, todos em condição de “final de lista”, que é quando o candidato, por vontade própria, pede formalmente à administração pública que adie a convocação dele.

O governador Belivaldo Chagas disse que o investimento que tem sido feito nos últimos dois anos na Polícia Civil, em tecnologia e inteligência trouxe um impacto claro no combate ao crime no estado. “O trabalho integrado tem sido uma constante entre as polícias. Novos agentes fortaleceram cidades pequenas, onde não havia investigações bem sucedidas. Aperfeiçoaram atuação em Delegacias Regionais. Hoje, unidades especializadas como o DHPP [Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa] e Denarc [Departamento de Narcóticos] têm mostrado que a redução dos números de crimes violentos em Sergipe não é coincidência, mas resultado de um trabalho planejado”, explicou Belivaldo Chagas.

“Eu prometi que iria priorizar a segurança  e estou cumprindo. Os resultados começam a aparecer. Os candidatos estão felizes porque garantiram o seu emprego, mas o ganho mesmo é para população. Estamos diminuindo cada vez mais os índices de violência”, reforçou o governador Belivaldo Chagas.

Os cerca de 450 novos agentes e escrivães proporcionaram, desde a homologação do concurso há dois anos, um impacto importante nos serviços da Polícia Civil em Sergipe. Os novos policiais civis são lotados inicialmente em cidades do interior, que contaram com um reforço importante das investigações.

Além de reforçarem as Delegacias Regionais e Distritais das cidades do interior, eles também ocupam espaço em Delegacias Metropolitanas em Aracaju, Divisão de Inteligência e Departamentos Especializados, como o DHPP e Denarc.

Fonte e foto assessoria

  Editoria: