Governo do Estado realiza construção de nova ponte sobre o Rio Jacaré

dezembro 22 07:46 2020 Imprimir Conteúdo
Obra facilitará a trafegabilidade e o escoamento da produção de areia, milho e cargas na região do Território Centro Sul

Muito em breve a trafegabilidade entre alguns dos importantes povoados e regiões circunvizinhas e a sede do município de Simão Dias estará 100% melhorada, garantindo a segurança de moradores, condutores e pedestres que trafegam diariamente pela estrada, bem como o escoamento da produção de areia, gado, milho e diversos tipos de cargas, graças à construção da nova ponte sobre o Rio Jacaré, que também dá nome ao povoado do município serrano no Território Centro Sul.

Executada pelo Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade e tendo o Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER/SE) como órgão executor, a nova ponte sobre o afluente do Rio Piauí recebe investimentos do Tesouro Estadual na ordem de R$ 1.060.026,59 e já possui 45% dos serviços concluídos.

A ponte em concreto armado terá um vão de 24 metros de extensão por 12 metros de largura e 2,80 metros de altura, e substituirá a antiga ponte de madeira, já removida, construída há mais de 40 anos, e que oferecia riscos aos condutores e transeuntes.

Segundo o engenheiro civil e fiscal da obra, Carlos Eduardo Lima, a obra se mantém acelerada. “Durante o segundo trimestre do ano diminuímos consideravelmente o ritmo dos trabalhos em razão da pandemia e das chuvas acima da média entre os meses de maio e junho. No entanto, seguindo os protocolos de prevenção e segurança, aos poucos fomos dando celeridade aos serviços, e na parte de infraestrutura já executamos as escavações e reaterros, as fundações e estruturas, cravação de estacas, concretagem de blocos e sapatas, dos pilares e vigas de contraventamento, além do escoramento para colocação de formas e ferragens das vigas principais, o que já totaliza 45% dos serviços”, detalha.

Carlos Eduardo Lima acrescenta que com o tempo cada vez mais firme, os serviços tendem a se manter céleres. “Nosso efetivo é de 15 profissionais que atualmente executam a colocação de formas e ferragens para a concretagem das vigas principais. Posteriormente executaremos essa concretagem, a colocação de formas e ferragens para a concretagem das transversianas e do tabuleiro. Feitas essas atividades, concluiremos a obra até o final de março de 2021”, frisa.

Fonte e foto assessoria

  Editoria: