Governo do Estado forma cerca de 300 novos policiais militares que reforçarão segurança de Sergipe

Governo do Estado forma cerca de 300 novos policiais militares que reforçarão segurança de Sergipe
novembro 22 09:03 2020 Imprimir Conteúdo

Estado planeja convocar novos excedentes do concurso da PM ainda neste ano

Cerca de 300 novos policiais militares reforçarão a segurança pública do estado de Sergipe. A formatura do Curso de Formação de Soldados 3ª Classe – CFSd/2019.1- da Polícia Militar do Estado de Sergipe (PM/SE) foi realizada neste sábado (21), na Praça  Fausto Cardoso, no Centro de Aracaju.

O secretário Geral de Governo, José Carlos Felizola, que representou o governador Belivaldo Chagas na solenidade, parabenizou os 293 formandos e destacou o empenho do Estado para ampliar os investimentos em segurança em Sergipe. Felizola ainda informou que o governo tem se planejado para convocar mais excedentes do concurso da PM.

“Essa é a primeira turma que todos os formandos estão saindo cada um com suas próprias armas, isso é investimento em segurança pública. E, muito em breve, ainda em dezembro, com fé em Deus, Belivaldo Chagas anunciará a convocação de uma nova turma para Polícia Militar. Sergipe precisa de mais policiais, mais investimento em Segurança Pública e investir em segurança pública não é apenas convocar mais homens e mulheres abnegados, é investir, também, em inteligência, equipamentos e, sobretudo, no ser humano, pensar o policial também como ser humano. Então é uma alegria muito grande estar aqui e dizer que o Governo do Estado de Sergipe é parceiro e está lado a lado com vocês para servir a Sergipe”, declarou o secretário Geral de Governo.

Segundo o comandante-geral da Polícia Militar, o coronel Marcony Cabral, a formatura representa uma importante fase na carreira dos novos policiais. “É um momento de muita alegria para todos nós, muito importante para os soldados e sua família e é, também, um investimento do Governo do Estado na segurança do seu povo. A própria Constituição prevê que o policiamento ostensivo preventivo seja feito pelas policias militares, então a contribuição de todos os nossos homens e mulheres é fundamental, pois sete dias por semana, 24h por dia, em todo o nosso estado, temos policiais militares cuidado das pessoas”, afirmou.

Os soldados combatentes que se formaram na solenidade ingressaram na PM por meio de concurso público, conforme Edital nº 04/2018, de 04 de abril de 2018. Para Bruno Ramos, 32 anos, o ingresso na Corporação é a realização de um sonho. “O sentimento é de orgulho por estar me formando na Polícia Militar do Estado de Sergipe. É algo que todos nós buscamos arduamente, cada um aqui tem uma história e tenho certeza que não só eu, mas todos os meus colegas, meus irmãos de farda, vão contribuir muito com trabalho, com dedicação para honrar essa farda que a gente escolheu servir e, assim, servir a sociedade sergipana”, explanou.

De acordo com Adrielly Loreno, 25, a solenidade representa mais que uma conquista pessoal, especialmente, diante das dificuldades impostas pela pandemia. “Estou aqui pela minha mãe, que perdi agora, em agosto, na pandemia. Mas é um momento de alegria, pois é um sonho que realizo. Espero contribuir muito para a segurança pública de Sergipe, com todo meu esforço e dedicação”, disse a jovem que é umas das 60 mulheres da turma 2019.1 e escolheu seguir a carreira do pai, que também é policial.

Formação

No Curso de Formação de Soldados (CFSd), a estratégia de ensino adotada tomou como referência as diretrizes consolidadas na “Matriz Curricular Nacional para Ações Formativas dos Profissionais da Área de Segurança Pública”, em consonância com o Plano Nacional de Segurança Pública, documento elaborado pelo Ministério da Justiça através da Secretaria Nacional de Segurança Pública.

Composto por 28 disciplinas, teóricas e práticas, como Direitos Humanos (e outras do ramo do Direito), Defesa pessoal, Técnica policial e Tiro, além de estágio supervisionado, o Curso contou com uma carga horária total de 1.300 horas, tendo duração de 62 semanas, a contar do dia 02 de setembro de 2019, até a presente data.

“Uma das principais características do curso militar é que os nossos policiais militares já são empregados durante o curso inclusive, isso faz parte da formação. Então são homens e mulheres que já estão à disposição da sociedade sergipana. Novas turmas dão oxigenação à Corporação, são jovens, pessoas cheias de vigor e vontade de trabalhar, muitos vocacionados e os ensinamentos que eles receberam no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cfap) foram para que a autoridade que lhe será conferida a partir de hoje, pela Lei, seja bem utilizada no respeito às pessoas, no cumprimento fiel da Lei, mas principalmente na lealdade ao maior comandante de todos nós, que é povo de Sergipe”, concluiu o coronel Marcony Cabral.

ASN

Fotos: Arthuro Paganini/SEGG

  Editoria: