Governo do Estado conclui obras do novo IML

Governo do Estado conclui obras do novo IML
junho 02 16:19 2022

Governador realizou a entrega oficial para a Secretaria de Segurança Pública

Nesta quinta-feira(02), o governador visitou as instalações do prédio, que abrigará o novo Instituto Médico Legal (IML), em Nossa Senhora do Socorro, na Região Metropolitana de Aracaju. Na ocasião, foi realizada a entrega oficial da obra para a Secretaria de Segurança Pública de Sergipe(SSP).O investimento nas obras é de R$ 11,3 milhões e mais em R$3, 54 em equipamentos.

O novo IML está implantando em um terreno de 17.400,00 m² e conta com 2.500,00 m² de área construída. De acordo com o governador, a estrutura está totalmente pronta e os recursos estão garantidos para aquisição dos equipamentos.

“A SSP está concluindo licitação para adquirir equipamentos novos, de forma a colocar a unidade em funcionamento ainda no segundo semestre. Vamos iniciar a fase de mobília e estruturação interna do prédio, numa transição que deve durar em torno de 90 a 120 dias. A sede atual do IML, na praça Tobias Barreto, em Aracaju, vai permanecer atendendo ao público neste período regularmente. Enfim, estamos trabalhando para dar condições de trabalho digno para os que fazem o IML, assim como para população que necessita dos serviços”, disse o governador Belivaldo Chagas.

O processo de transição do prédio atual para a nova sede do IML deverá acontecer a partir do segundo semestre deste ano. Inicialmente, as duas unidades permanecerão em atividades, concentrando o atendimento às perícias de corpo de delito em indivíduos vivos na sede do bairro São José, em Aracaju, e os exames cadavéricos sendo realizados na sede do IML em Socorro.

“É a realização de um sonho da SSP e da Coordenadoria de Perícias terem esse prédio, totalmente moderno, que contará com equipamentos de última geração, para prestar um serviço necessário. Vamos trazer dignidade para o servidor e para quem vier necessitar dos serviços do IML”, disse o secretário de Estado da segurança Pública, João Eloy.

Estrutura

A estrutura do novo Instituto Médico Legal compreende os blocos dos mortos e dos vivos, lavanderia, guaritas, lanchonetes, casas de lixo e de gás, castelo d’água, acessibilidade para todos ambientes e estacionamento.

Para o diretor do IML, o médico legista Victor Barros, a nova sede do Instituto Médico Legal vai trazer melhoria nas condições de trabalho, assim como na prestação do serviço.  “Marca uma evolução na Medicina Legal de Sergipe, uma vez que a nossa sede anterior já tem cinquenta anos de construída e a sua limitação interna já não comporta o aumento da população de Sergipe. Portanto, essa nova sede agora constando de dois prédios grandes com dois pavimentos cada um, salas ampliadas, vai tanto melhorar o atendimento da vítima que chega num momento delicado, quanto para o próprio servidor que vai nesse momento ter uma qualidade melhor no seu labor”, destacou.

O bloco A é destinado aos exames em pessoas mortas e é formado por dois pavimentos. O local tem recepção, salas de necropsia, de médicos, velatorios, geladeiras, incinerador, ossário, vestiários, além de dormitórios, copa e lavanderia para funcionários.

Ainda nesse bloco, haverá laboratório de tanatologia contendo sala de necropsia ampla, com quatro mesas de necropsia em aço inox automáticas, com aspiração e trituração de resíduos, câmara frigorífica de congelamento com capacidade para até 45 corpos, balanças de precisão, foco cirúrgico e instrumental, além de outros equipamentos.

Já o bloco B, também formado por dois pavimentos, é destinado a exames periciais em pessoas vivas. O local é formado por recepção, além de salas para sexólogos, psiquiatra, assistente social, odontólogo legal, raio X, médicos, reuniões e arquivos. O bloco B também tem copa, setor administrativo e secretaria.

Nesse bloco, haverá consultórios médicos, odontológicos equipados, aparelhos de Raio X e tomógrafo computadorizado para atendimento de vítimas de corpo de delito. Para o bloco, uma aquisição importante foi o ultra-som 4D, que permitirá ao perito fazer o diagnóstico de gravidez – em casos de abuso sexual – ou pesquisa de objetos retidos em cavidades naturais.

A área externa foi pavimentada com 5.100 m² de paralelepípedo, possui 86 vagas de estacionamento (10 para pessoas com dificuldades de locomoção e 20 para idosos), e tem ainda subestação de energia, duas guaritas e duas lanchonetes.

A cobertura da edificação é dividida em estrutura metálica (4.100 Kg) e fibrocimento (1.500 m²). Na pavimentação interna e circulações foram aplicados 1.300 m² de piso de alta resistência, além de rampas de acessibilidade, piso tátil e de alerta.

Para garantir a comodidade e segurança, todos os blocos possuem sistemas de climatização, de sonorização, de comunicação visual com placas indicativas comuns e em Braille e de informação sobre os setores, sistema de combate a incêndio com hidrantes, de proteção contra descargas atmosféricas (SPDA) e de irrigação para as áreas gramadas, além de drenagem e de tratamento de esgoto (DAFA/ Filtro/ Sumidouro).

Foto: Mario Sousa/ Supec

  Editoria: