Governo alinha formatação final do programa ‘Sergipe na Infância’

Governo alinha formatação final do programa ‘Sergipe na Infância’
setembro 09 05:09 2019 Imprimir Conteúdo

 

O objetivo é organizar e estruturar a Rede Materno-Infantil desde a gestação até a primeira infância, qualificando os serviços e reduzindo os índices de mortalidade materna e infantil.

Nesta quinta-feira (05), reuniram-se no Centro Administrativo da Saúde (CAS) representantes do Governo do Estado, a fim de alinhar ação conjunta à respeito da formatação final do programa Sergipe na Infância.

O trabalho, realizado de forma intersetorial  entre a Secretaria de Estado da Saúde (SES), integrada com a Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência Social e do Trabalho (SEIT) e a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (SEDUC), tem como objetivo organizar e estruturar a Rede Materno-Infantil, desde a gestação até a primeira infância, qualificando os serviços e reduzindo os índices de mortalidade materna e infantil.

A assessora da vice-governadoria, Eloísa Galdino, explicou que o grupo foi formado por determinação do governador, Belivaldo Chagas, e da vice-governadora, Eliane Aquino, para trabalhar de forma intersetorial, com a contribuição de cada Secretaria envolvida, o programa ‘Sergipe na Infância’, que tem como foco a infância sergipana, e em breve deverá ser apresentado à sociedade.

“Esse trabalho vai refletir na sociedade na maneira como a nossa Rede Materno Infantil está organizada, na questão do acompanhamento da gestante desde o processo pré-natal, qualificando a atuação e aproveitando o PlanificaSUS que está sendo trabalhado nas regiões de Lagarto e Itabaiana para que a gente consiga, desde a atenção primária melhorar esse acompanhamento, e produzir indicadores positivos para o estado de Sergipe no que diz respeito à questão da mortalidade infantil, e da própria qualidade dos serviços prestados à infância, às crianças sergipanas”, comentou Eloísa.

De acordo com o diretor de Atenção Integral à Saúde (Dais) da SES, João Lima Júnior, o tema do programa que é a primeira infância, faz parte da Rede Materno Infantil e conta com a parceria da Diretoria de Vigilância em Saúde (DVS) que atua, por exemplo, na investigação dos óbitos materno e infantil de Sergipe.

“A Saúde, de forma específica, contribuirá em dois eixos, o gestar e o nascer, ou seja, o período em que a mulher está gestante até o ato do nascimento, através do acompanhamento junto aos municípios, do pré-natal até o nascimento com a preocupação muito forte sobre como estão nossas Unidades Básicas, as nossas Maternidades, as escalas médicas, o acolhimento. Então, o grupo está focado nisso, com o olhar da vice-governadoria que está liderando a agenda, e que tem feito esse alinhavar, esse link, com as duas outras Secretarias”, explicou João.

Fonte e foto AAN

  Editoria: