Goretti participa de reunião e defende que a vacina deve ser distribuída pelo SUS 

fevereiro 19 06:26 2021 Imprimir Conteúdo

Em reunião remota, na tarde dessa quarta-feira, 17 de fevereiro, a deputada estadual Goretti Reis (PSD), que é membro da Comissão Nacional de Acompanhamento da Vacinação (Conav), representando Sergipe, juntamente com representantes dos outros estados, discutiram as ações da Comissão, criada recentemente, pela União do Nacional dos Legisladores e Legislativo Estaduais (Unale). O objetivo foi apresentar os dados sobre a imunização contra a Covid-19, além de acompanhar a realidade da vacinação nos estados e as dificuldades enfrentadas pelos municípios, principalmente no que se refere a quantidade de vacinas recebidas.

“Devemos concentrar esforços para pressionar a Anvisa, o Governo Federal e os órgãos de distribuição, para que a demanda de vacina nos estados seja suprida por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). A descentralização, pregada por algumas pessoas, não deve acontecer. Precisamos de alternativas para que o acesso à vacinação aconteça de forma igualitária, como preconiza o SUS.  Foi uma reunião importante e proveitosa em que os participantes estão empenhados em garantir a imunização da população. A incerteza da quantidade de vacina enviada aos estados é preocupante A Comissão está acompanhando de perto as fases da vacina e atuando para que não sejam interrompidas. Isso prejudicará a tão sonhada imunização. Os membros da Comissão também colocaram em pauta sobre os profissionais da saúde que não fazem parte dos grupos de risco, a exemplo dos dentistas que tem contato com pessoas contaminadas. A proposta inicial da Unale é saber a real capacidade de produção dos laboratórios existentes para cobrar ações por parte do Governo Federal”, explicou Goretti que lamentou a pequena quantidade de vacina enviada aos estados.

Por Cristina Rochadel

  Editoria: