Golpe nunca mais

Golpe nunca mais
abril 01 08:38 2019 Imprimir Conteúdo

O Brasil recorda com tristeza do famigerado golpe militar de 31 de março de 1964. Há 55 anos, as Forças Armadas receberam o apoio dos Estados Unidos para colocar o país num tenebroso período de escuridão. Durante mais de duas décadas, brasileiros foram presos, torturados e mortos nos porões da ditadura. O Congresso foi fechado, a imprensa censurada e a Justiça desmoralizada. Aqui mesmo em Sergipe dezenas de cidadãos sofreram o diabo nas mãos de militares covardes que se encastelaram no quartel do Exército. Uma dessas vítimas, o ex-governador Jackson Barreto (MDB), se lembra de um coronel que, ao chegar à sala de interrogatório, gritava com o dedo em riste: “Aqui a pessoa fala o que quer e o que não quer”. Lamentavelmente, muitos dos que defendem o golpe militar não imaginam o que é viver num país sem direitos políticos, sem liberdades individuais e de imprensa. Portanto, aniversário do 31 de março de 64 serve para lembrar aos ressentidos, aos grandes e pequenos ditadores escondidos nos desvãos de uma democracia imatura, que há um sólido sentimento de repulsa à arbitrariedade e à tirania. Abaixo os covardes golpistas de pijama!

Notícia requentada

Não passa de notícia requentada a matéria que o programa Conexão Repórter, do SBT, exibe hoje sobre a “máfia de shows” em Sergipe. Essa história de que sanfoneiros receberam bem menos do que o valor contratado pelo poder público já é investigada pela Polícia Federal há muito tempo. Os acusados de agora podem até serem outros, porém o modus operandi é mesmo. Sensacionalista, o jornalista Roberto Cabrini apenas deu uma roupagem nova a uma notícia tão velha e desbotada quanto a imagem da Santa Ceia. Pior é que até hoje nenhum acusado foi punido. Marminino!

Nunca foi contra

O governador Belivaldo Chagas (PSD) jura que nunca foi contra a famigerada reforma da Previdência. Segundo ele, na Carta do Maranhão os governadores deixaram claro que desejam discutir três pontos específicos da proposta: “A manutenção das regras para aposentadoria rural, os impactos de se mexer no Benefício de Prestação Continuada (BPC), e a implantação do sistema de capitalização, que pode penalizar os mais pobres”. Então, tá!

Dinheiro a rodo

O grupo pernambucano JCPM, controlador de 11 shoppings centers em Sergipe, São Paulo, Pernambuco, Bahia e Ceará, apurou, no ano passado, um lucro de R$ 145,4 milhões, alta de 17,3% em relação a 2017. Matéria do jornal Valor Econômico mostra que, no mesmo período, o grupo teve receita líquida de R$ 491 milhões, aumento de 2%. O grupo JCPM é comandado pelo empresário sergipano João Carlos Paes Mendonça.

Seis por meia dúzia

E o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) segue refazendo seu time de auxiliares. A última mudança foi na Secretaria da Juventude e Esporte de Aracaju: sai Jorge Araújo Filho e entra Antônio Hora Filho, ambos filiados ao PSD. A mudança faz parte da articulação política que o prefeito vem fazendo para garantir apoio dos partidos aliados ao seu projeto de reeleição. Ah, bom!

Prepare o bolso

Os remédios estão mais caros. O reajuste pode chegar a 4,33%, portanto bem acima da inflação de 2018, que foi de 3,75%. O reajuste autorizado pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos é o teto permitido, cabendo às farmácias decidirem o percentual de majoração. As empresas que aplicarem um reajuste maior do que o estabelecido podem pagar multas pesadíssimas. Crendeuspai!

Golpe condenado

Uma audiência pública na Assembleia Legislativa abordará os “55 Anos do Golpe Militar – Para que não se esqueça, para que nunca mais aconteça”. O evento acontecerá hoje pela manhã. No final da tarde desta segunda, as centrais sindicais promovem uma palestra sobre o tal golpe militar. Será na sede da CUT, em Aracaju, tendo como palestrante o ex-preso político Bosco Rollemberg. Prestigie!

Deputado paulista

Veja o que publicou no Jornal da Cidade a coleguinha Thais Bezerra: “O deputado federal Valdevan Noventa (PSC) fez questão de prestigiar a posse da diretoria da Confederação Nacional do Transporte. E qual a importância para Sergipe da presença de Valdevan nesta solenidade? Nenhuma! Na verdade, o deputado estava no evento como representante do Sindicato dos Motoristas Urbanos de São Paulo. Noventa é presidente do poderoso Sindimotoristas, encontrando-se afastado do cargo justamente para cumprir o mandato concedido a ele por mais de 45 mil sergipanos”. Homem, vôte!

Revendo amigos

E quem esteve em Sergipe foi Dom Carlos Alberto dos Santos, bispo de Itabuna (BA) e ex-padre de Itabaiana. Na passagem por Aracaju, o reverendo visitou os deputados estaduais itabaianenses Luciano Bispo (MDB) e Maria Mendonça (PSDB). Enquanto esteve em Itabaiana, Dom Carlos Alberto fundou o Lar Cidade de Deus, promoveu a reforma do Velatório e da Igreja Matriz. O bispo é considerado um grande amigo da sociedade serrana. Legal!

Tropa do barulho

De um bebinho, com cara de sargento Tainha, ao saber que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) trata os filhos por Zero Um, Zero Dois e Zero Três: “E quem é o Recruta Zero da família? Seria o pai do barulhento trio?”. Cruzes!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano O Imparcial, em 5 de fevereiro de 1919.

Resumo dos Jornais

  Editoria: