Georgeo critica pagamento de jetons aos conselheiros do estado

Georgeo critica pagamento de jetons aos conselheiros do estado
outubro 01 05:45 2019 Imprimir Conteúdo

 

O deputado Georgeo Passos (MDB) criticou na sessão desta segunda-feira, o pagamento de jetons (remuneração para servidores que participam de reuniões dos conselhos administrativos), por parte do governo do estado.

“Somente ano passado, mais de 4 milhões de reais gastos para pagamento do benefício, em virtude das reuniões de conselhos, cujos conselheiros ganham mais de um mil reais apenas para aprovar uma ata de uma reunião anterior”, lamenta.

O parlamentar leu na tribuna duas atas de reuniões de conselheiros realizadas no Departamento de Estradas de Rodagem (DER/SE), ano passado. “Nessas reuniões, os conselheiros apenas leram e aprovaram as atas da reunião anterior e receberam mais de 1 mil reais cada. Isso demonstra que a crise desse governo é de gestão, pois esses jetons, recebidos inclusive pela vice-governadora Eliane Aquino, deveriam deixar de existir”, entende.

Georgeo Passos informou que integrantes do Movimento Atitude Sergipe (MOVA-SE), estão fazendo investigações sobre as reuniões de conselheiros.

“Através da lei de acesso à informação pública, para saber se nessas reuniões se produz algo de necessário, conseguiram visualizar nas atas o conteúdo visualizar nas atas do DER do ano passado, uma coisa inadmissível. Cada um ganhou mil e 500 reais para participar dessas reuniões, no caso, 3 mil cada um, para nada, apenas para aprovar a ata da sessão anterior”, critica.

“É lamentável a forma como o governo de Sergipe vem tratando o dinheiro público. Quando a gente vê os hospitais superlotados, as escolas abandonadas, os policiais militares trabalhando sem coletes e com um ticket-alimentação de miséria, lamenta que se tenha dinheiro para aumentar os salários dos secretários, da vice-governadora e dos amigos para eles apenas abrirem a sessão como aconteceu no DER e dizer: ‘aberta a sessão, coloco em votação a ata anterior, boas festas, bom Natal e está encerrada’. Esse tipo de comportamento deve ser mudado”, acredita.

Por Aldaci de Souza – Rede Alese

Foto: Jadilson Simões

  Editoria: