Georgeo alerta preocupação de setor produtivo com PLs que aumentam impostos

Georgeo alerta preocupação de setor produtivo com PLs que aumentam impostos
dezembro 12 14:05 2018 Imprimir Conteúdo

Os setores produtivos do Estado estão preocupados com a possibilidade de aprovação de projetos de lei que aumentam impostos para o próximo ano. A afirmação foi feita pelo deputado estadual Georgeo Passos, Rede, que usou o pequeno expediente da sessão plenária desta quarta-feira, 12, para falar sobre a reunião que teve com representantes de entidades que levaram essa situação ao Parlamento.

Uma reunião chegou a ser realizada no início da manhã com a presença de deputados e de vários representantes de entidades de setores produtivos que atuam em Sergipe. Neste encontro, ficou clara a apreensão do segmento empresarial com a possibilidade de aumento de tributos em um momento de dificuldades financeiras ocasionada com a crise dos últimos anos.

“Eles relataram o que esses projetos podem trazer para os diversos setores, tendo em vista o momento da economia, onde o desemprego está em alta e a arrecadação está em baixa”, explicou Georgeo. Depois do diálogo, ficou acertado que o presidente desta Casa irá manter contato com o governador para expor a preocupação.

Georgeo já havia se manifestado sobre os projetos de lei em questão durante a sessão plenária da última segunda. Na ocasião, o parlamentar falou sobre os PLs nº 135/2018, que trata sobre a permanência do Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal do Estado de Sergipe (FEEF), o de nº 141/2018, que trata do imposto de transmissão de causa mortis e doação (ITCMD) e o PL nº 142/2018, que visa aumentar a alíquota de ICMS sobre determinados produtos e serviços.

Os projetos foram enviados para a Alese na semana passada e deveriam ser votados nesta quarta, porém, o presidente Luciano Bispo decidiu remarcar o próximo dia 19. Georgeo elogiou a decisão do colega. “Ficamos satisfeitos com a postura do deputado Luciano em tentar pelo menos ouvir o setor empresarial. Certamente todos só têm a ganhar com isso”, analisou.

“Como a votação para esses e outros projetos para a próxima semana, todos os deputados terão tempo para analisar com mais cautela e ouvir todos os lados que possam ajudar nessa apreciação. Aguardaremos as discussões. Esperamos que com o diálogo e bom senso a gente possa melhorar os textos, sem prejudicar nenhum setor”, completou Georgeo.

Por Daniel Almeida Soares

  Editoria: