Ford: Senadora lamenta fechamento e defende reforma tributária

janeiro 12 16:58 2021 Imprimir Conteúdo

 

Ford: Senadora lamenta fechamento e defende reforma tributária e adoção de medidas para manter empregos

A senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE) revelou-se surpresa e muito preocupada com o anúncio do fechamento da Ford no Brasil. “É uma triste notícia para o nosso país. Isso tem impacto direto na economia, afinal a decisão resultará no fechamento de cerca de 5 mil postos de trabalho diretos e milhares de indiretos, pois compromete toda a cadeia produtiva do setor”, ressaltou Maria.

Apesar de discordar da forma drástica adotada pela Ford, Maria compreende ser necessária uma ampla discussão e medidas que reduzam o custo Brasil, que é um dos principais elementos de dificuldade para quem deseja investir e se manter gerando emprego e renda no Brasil. “Temos uma carga tributária da ordem de aproximados 35% do Produto Interno Bruto, uma das mais altas da América Latina. Isso influencia diretamente no custo operacional das empresas, comprometendo a produção e competitividade no mercado”, afirmou a parlamentar democrata.

Para a senadora sergipana, já passou da hora do Brasil fazer uma reforma tributária que, de fato, garanta justiça social para os cidadãos e para os empreendedores. “Assim, naturalmente, haverá uma resposta positiva para o desenvolvimento socioeconômico do Brasil”, disse, acrescentando que os incentivos fiscais são importantes, mas uma carga tributária justa deve ser sempre a prioridade e instrumento de atração para quem deseja se instalar e permanecer no Brasil.

  Editoria: